Hamilton: Correr pela Ferrari na F1 "simplesmente não era para ser"

Jonathan Noble
·2 minuto de leitura

Lewis Hamilton disse que correr pela Ferrari na Fórmula 1 "simplesmente não era para ser", com o britânico pronto para renovar seu compromisso de longo prazo com a Mercedes.

O heptacampeão mundial estava ligado a uma possível ida para a Ferrari no final do ano passado, quando se soube que ele havia conversado com o chefe da montadora italiana, John Elkann.

Leia também:

Hamilton pede "mais respeito" a Bottas após críticas: "Não é fácil ser meu companheiro de equipe" Hamilton dispara contra críticos: “Se Verstappen viesse para a equipe e eu o vencesse, não acreditariam” 'Recorde centenário' de Hamilton em 2020 e mais: o que está em jogo no GP do Bahrein de F1?

Mas com a equipe escolhendo Charles Leclerc e Carlos Sainz pelos próximos anos, e Hamilton prestes a assinar o que poderia ser seu último contrato de F1 com a Mercedes, as chances de uma mudança para Maranello parecem pequenas.

Falando sobre a situação da Ferrari antes do GP do Bahrein, Hamilton disse que embora tenha falado com Elkann, ele nunca considerou seriamente se afastar da Mercedes.

"Eu nunca estive perto de deixar meu time", disse ele. "Quando você está olhando para suas próximas fases, você tem que analisar quais são suas opções. E se certificar de ter feito a devida análise com os prós e os contras.”

“Não sei necessariamente se nossos valores estavam alinhados e o timing, simplesmente não era para ser.”

"Não estou incomodado com isso. Estou muito orgulhoso e grato pela jornada que fiz com a Mercedes."

Hamilton só correu com motores Mercedes na F1 e está totalmente comprometido com a equipe dos fabricantes de automóveis alemães desde 2013. Ele ganhou seis de seus sete títulos mundiais desde então.

Refletindo sobre o que conquistou com a Mercedes, ele disse que a atmosfera da equipe e o apoio que ele sempre teve foram fatores-chave para ele permanecer leal.

"Acho que esta é a única equipe na história do esporte em que você é um membro da família há muito tempo", disse ele.

“Se você olhar para todos os grandes que estiveram lá por toda a vida, eles fizeram parte da Mercedes, a marca Mercedes. Você faz parte da estrada da evolução e eles o incluem na família para sempre.”

"Então, isso é algo, isso é lealdade, que eu tenho tatuado, que é uma parte enorme e um valor muito importante para mim."

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Hamilton 'manda recado' para Verstappen, salários dos pilotos em 2020 e o futuro de Pérez

PODCAST: Domínio da Mercedes tira mérito de Hamilton em suas conquistas?

Your browser does not support the audio element.