Hamilton brinca com possível retorno de Alonso: "Eu não seria o mais velho aqui"

Redação GP

Fernando Alonso deixou a Fórmula 1 ao fim de 2018, mas um possível retorno do espanhol segue sendo assunto no paddock da categoria. Hexacampeão mundial, Lewis Hamilton gostaria de ter o ex-companheiro de equipe de volta no grid.

Hamilton, que tem 34 anos, afirmou que é interessante ver grandes nomes do esporte buscando retorno, como no caso do heptacampeão mundial Michael Schumacher, que voltou em 2010 após quatro anos parado e ficou na Mercedes até 2012.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Eu ficaria feliz por não ser o mais velho aqui", brincou Hamilton quando perguntado sobre o retorno de Alonso. "Então sim, eu o recepcionaria, ele pode vir. Fernando é um piloto que alcançou muitas coisas. É interessante ver pilotos querendo voltar como o Michael. Não falei com ele, então não sei como vem se sentindo ou se sente falta, mas não seria ruim para o esporte", continuou.

Fernando Alonso recebeu uma punição de 70 horas (Foto: Reprodução/Twitter)


Hamilton e Alonso dividiram a garagem na McLaren, em 2007, o que acabou rendendo polêmica. O inglês afirmou que não queria ver o espanhol, aos 38 anos, roubando o lugar de algum jovem piloto do grid.

"Ultimamente, temos visto vários garotos aqui, e temos apenas 20 lugares, então ele teve o seu espaço. Se mais novatos não vierem, acho que existe espaço para alguém que poderia ser substituído. Eu o recepcionaria", completou.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.






Leia também