Hamilton aos críticos: "Trabalho na minha obra-prima, decido quando será finalizada"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Lewis Hamilton tem se mostrado incomodado com o desempenho do carro da Mercedes. Foto: Alessio Morgese/NurPhoto via Getty Images
Lewis Hamilton tem se mostrado incomodado com o desempenho do carro da Mercedes. Foto: Alessio Morgese/NurPhoto via Getty Images

Os dias estão sendo muito complicados para o multicampeão Lewis Hamilton. Apesar do pódio na abertura da temporada, no GP do Bahrein, as coisas não andam nada boas para o piloto britânico. A Mercedes dá mostras que não está no nível da Red Bull ou da Ferrari, e a possibilidade de lutar pelo campeonato mundial este parece ser remota.

Além disso, enquanto Hamilton sofre para se sentir confortável em seu carro, seu companheiro de equipe, um 'estreante' na equipe além da breve experiência passada no Bahrein, está ganhando vantagem. Após quatro corridas, George Russell tem 21 pontos a mais que o compatriota o que faz com que o mundo da Fórmula 1 tente entender o que está acontecendo com o heptacampeão.

Leia também:

No entanto, um campeão mundial não é treinado apenas na pista, mas também fora dela. E Hamilton pretende resistir à tempestade. Ele já avisou que está preparado para uma temporada, talvez, sem triunfos; agora, ele sai contra as opiniões que diziam que ele deveria ter se aposentado há alguns meses.

"Trabalhando na minha obra-prima, serei eu quem decidirá quando ela será concluída ", escreveu Hamilton em sua conta no Instagram.

Entre os que comentaram sobre o futuro de Hamilton estava o sempre polêmico Helmut Marko, conselheiro da equipe Red Bull e uma das figuras mais relevantes do 'paddock'. "Talvez ele esteja pensando que deveria ter parado no ano passado!", comentou a 'Sky Sports News' em Imola.

"Não há outro lugar que eu queira estar. Só porque passamos por um momento difícil, não está no meu DNA voltar atrás. Podemos consertar isso, será um ano doloroso, mas vamos superar isso juntos", afirmou Hamilton no Grande Prêmio da Emilia Romagna, onde terminou a prova na 13ª colocação.

Para tentar voltar a ser competitiva e preencher a enorme lacuna entre as concorrentes, a Mercedes promete mudanças no carro prata para Miami, próxima parada da Fórmula 1.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos