Hamilton é o mais rápido do primeiro dia de treinos em Melbourne

O britânico Lewis Hamilton, tricampeão da Fórmula 1, voltou a mostrar que deve ser o piloto a ser batido na temporada 2017 da categoria. No segundo treino livre desta sexta-feira, o piloto da Mercedes, “calçando” pneus ultra-macios, voltou a marcar o tempo mais rápido e terminou o primeiro dia de testes livres para o GP da Austrália na primeira colocação, com 1min23s620.

Com o grande tempo, o mais baixo do primeiro dia de testes livres, Hamilton também bateu um recorde pessoal. Em 2016, o britânico foi o pole nas pistas de Melbourne, com o tempo de 1min23s837. Com a performance desta sexta, o tricampeão bateu seu antigo melhor tempo.

O segundo treino livre da temporada 2017 da Fórmula 1 chegou a ter diversos líderes no início dos testes. Bottas, Raikkonen, Massa e Vettel chegaram ao topo da classificação, mas acabaram sendo superados.

Substituindo o atual campeão Nico Rosberg, o finlandês Valtteri Bottas se mostrou mais adaptado ao novo modelo de carro da Mercedes. O piloto de 26 anos teve grandes apresentações na pré-temporada, realizada em Barcelona, e, nesta sexta, ficou com o terceiro melhor tempo: 1min24s176.

Apesar de ter ficado abaixo de Hamilton, a Ferrari voltou a mostrar que pode brigar de igual para igual com a escuderia alemã. Vettel e Raikkonen chegaram a ocupar a primeira colocação do segundo teste desta sexta. O alemão quatro vezes campeão anotou 1min24s167 e fez o segundo tempo mais rápido. Enquanto o finlandês, campeão em 2007, marcou 1min24s525 e ficou na quarta colocação.

Depois de um bom início, quando chegou a marcar o tempo mais rápido entre os pilotos na pista, o brasileiro Felipe Massa sofreu com um problema eletrônico no câmbio em sua Williams e teve que abandonar os treinos, terminando na 14ª colocação.

A primeira bandeira vermelha da temporada 2017 veio após batida de Jolyon Palmer. O piloto da Renault vinha bem no segundo teste do dia, mas, na entrada da reta, acabou perdendo o controle da traseira de seu carro e saindo da pista. Faltando apenas seis minutos para o fim do treino, Marcus Ericsson, da Sauber, também saiu da pista e, após bandeira amarela, o segundo dia de testes foi encerrado.

O terceiro treino livre para o GP da Austrália acontece às 00h (de Brasília) deste sábado. Na sequência, os pilotos voltam à pista para o treino classificatório, que definirá o grid de largada para o primeiro Grand Prix da temporada 2017 da Fórmula 1.

Veja abaixo os resultados dos pilotos no segundo treino livre do GP da Austrália: