Haas revela que teve prejuízo com Rich Energy: “Estávamos cientes do risco”

Redação GP

Chefe de equipe, Guenther Steiner confirmou que a conturbada relação entre a Haas e a fabricante de energéticos Rich Energy rendeu perda de dinheiro para o time americano.

Com contrato firmado no início do ano para patrocínio-máster, incluindo no nome da equipe, a Rich Energy fez críticas públicas e tirou sarro do desempenho da Haas em 2019. A situação liderou a uma quebra de contrato após o GP da Itália.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"É claro que perdemos dinheiro. Mas fortuna por fortuna, temos o apoio da Haas Automation. Sim, será necessário arranjar dinheiro em algo para compensar a perda, mas não estamos falando de sobrevivência. A situação não terá um grande impacto na nossa temporada 2020", disse Steiner ao site russo ‘Championat’, confirmando que a situação fez o time perder dinheiro.

Kevin Magnussen (Foto: Haas)


Apesar da perda financeira, Steiner afirmou que não se arrepende de ter firmado o contrato, argumentando que arriscar sempre é necessário no esporte.

"Medo é a palavra errada. Sempre pode acontecer problemas, mas tínhamos direito adiantado, estávamos cientes do risco. Se você não arrisca, não ganha", completou.

Com 28 pontos, a Haas ocupa a nona posição no Mundial de Construtores. A equipe retorna no GP do Japão, que acontece no próximo domingo (13), em Suzuka.

Paddockast #36

O MELHOR PILOTO SEM VITÓRIA NA F1


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM





Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.









Leia também