Haaland: Solskjaer queria sua contratação. Já o Manchester United... nem tanto

Goal.com

Alf Inge Haaland, pai da estrela do Borussia Dortmund, Erling Haaland, acredita que o Manchester United só pode culpar a si mesmo por não ter o jovem norueguês em seu elenco. Segundo ele, os ingleses perderam a contratação porque o clube não queria tanto a o centroavante tanto quanto o técnico Ole Gunnar Solskjaer.

Em janeiro, o jogador de apenas 19 anos preferiu o Dortmund aos Reds. Na Bundesliga, o centroavante teve impacto imediato e já começou a jornada na novo time marcando vários gols. 

O ex-jogador e pai da nova sensação do futebol, no entanto, defendeu à TV2 que não tem como saber se o sucesso do filho seria o mesmo se tivesse optado pelo clube Inglês: "Você nunca sabe como seria em outros clubes. Poderia muito bem ter sido bom, também. Nunca teremos uma resposta a isso. Mas estamos muito felizes com o clube em que ele está".

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Paul Ince, ex-volante do United, compartilha da opinião do pai de Haaland. Em entrevista à Goal, ele disse achar que a decisão de seus ex-time em não pagar a multa para contar com o norueguês foi um erro. 

"Se eles querem diminuir a diferença para Manchester City e Liverpool, precisam de um atacante de classe mundial. Foi decepcionante que não puderam pegar por ele Eles precisam ter alguém que consiga 20 a 25 gols por temporada", disse o ex-jogador. 

Pelo Dortmund, Haalan tem 12 gols em 11 partidas disputas, em todas as competições. Juntando as marcas que teve no RB Salzburg, o jovem jogador ostenta a marca de 41 em 38 jogos na temporada.

Leia também