Haaland faz dois e encaminha classificação do Borussia na Champions

·3 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com mais uma grande atuação do jovem atacante Erling Haaland na Champions League, o Borussia Dortmund venceu o Sevilla nesta quarta-feira (17), de virada, por 3 a 2, na Espanha, no duelo de ida pelas oitavas de final da competição europeia. O camisa 9 do time alemão marcou dois gols e chegou a 18 no total pelo torneio, no qual ele tem somente 13 partidas na carreira. Foi dele também a assistência para Dahoud anotar o primeiro dos visitantes. Luuk de Jong e Suso marcaram para a equipe espanhola, no estádio Ramón Sánchez Pizjuán. Com os dois gols desta quarta, Haaland chegou a um total de 41 em 42 compromissos com a camisa do Dortmund. O resultado deixa o time alemão muito próximo da classificação para as quartas de final. Em casa, no próximo dia 9 de março, o Borussia pode perder por 1 a 0 ou 2 a 1 que mesmo assim avança à sequência do campeonato devido ao critério dos gols como visitante. A última vez que a equipe alemã avançou até as quartas final foi na temporada 2016/2017, quando o clube acabou eliminado diante do Monaco (FRA). Até o duelo de volta contra o Sevilla, o Borussia voltará suas atenções para a Bundesliga, pela qual encara o Shalke 04, no sábado (20), fora de casa. Na ligan acional, a equipe está apenas na sexta posição, três pontos atrás do Bayer Leverkusen (36 a 33), o quinto e dono da última vaga para a próxima Europa League. Quarto colocado do Campeonato Espanhol, o Sevilla enfrenta o Osasuna na segunda-feira (22). Também nesta quarta, a Juventus deixou o gramado do estádio do Dragão irritada com a derrota para o Porto, por 2 a 1, e com reclamações sobre a atuação do VAR (árbitro de vídeo) na partida de ida entre os dois clubes pelas oitavas da Champions. No último lance do jogo, Cristiano Ronaldo foi derrubado na área por Sanusi e pediu pênalti. O árbitro espanhol Carlos del Cerro não marcou a infração, mas levou a mão ao ouvido para indicar que estava ouvindo a checagem dos colegas na cabine. Poucos segundo depois, ele encerrou a partida, sem marcar o pênalti, para a ira dos jogadores do time italiano. Cristiano Ronaldo foi um dos mais exaltados na saída de campo e saiu gritando com o árbitro. Polêmica à parte, o Porto contou com gols de Marega e Taremi, nos primeiros minutos de cada etapa, para vencer a Juventus pela primeira vez em uma competição oficial. Antes, os italianos haviam vencido quatro jogos e houve um empate. Chiesa descontou para o time de Turim. O gol fora aliviou a derrota da Juventus, sobretudo porque a equipe vai decidir a vaga em casa. Na Itália, no dia 9 de março, uma vitória simples por 1 a 0 classifica o time de Cristiano Ronaldo. Em caso de vitória por 2 a 1, haverá prorrogação. O Porto tem a vantagem de jogar pelo empate.