Há vida sem Chay? Gols do Botafogo aumentam em 200% com o atacante em campo

·1 minuto de leitura


O Botafogo ainda não sabe se poderá contar com Chay. O atacante tem uma sobrecarga na coxa direita e a presença para o jogo contra o Cruzeiro, no próximo sábado, pela 11ª rodada da Série B do Brasileirão, não está garantida. O Alvinegro faz um tratamento intensivo para poder contar o atleta.

+ E a loja oficial? Botafogo está em negociações para buscar novo franqueado ao local

A possibilidade de jogar sem o camisa 14, contudo, já deve ser uma preocupação para o Botafogo. Isto porque Chay esteve em campo em 75% dos gols marcados pelo Alvinegro nesta Série B. Sem ele, a produção de bolas na rede diminui de forma tripla.

Com Chay jogando, o Alvinegro balançou as redes em nove oportunidades - vale ressaltar que o atleta não necessariamente participou de forma direta de todos esses lances. Sem ele, o número diminui para três. Ou seja, há um aumento de 200%.

Fica claro, portanto, que Chay tem aparecido como uma peça fundamental para o sistema ofensivo do Botafogo funcionar. Não à toa, a equipe marca três vezes menos sem o camisa 14 em campo.

+ Veja a tabela da Série B

Individualmente, o camisa 14 soma três gols e duas assistências em oito partidas disputadas no Brasileirão. São, portanto, cinco participações diretas para bolas que terminaram no fundo das redes adversárias. Ele é o atleta do Alvinegro com o maior número de envolvimentos em tentos na Série B.

Ainda não há uma definição quanto as condições de Chay - os testes realizados nesta sexta-feira e nas horas antes do jogo serão cruciais. De qualquer forma, o treinador Marcelo Chamusca precisa pensar em uma forma de fazer o time render gols sem o camisa 14 em campo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos