Há males que vêm para o bem... Veja como pausa por coronavírus ajudou alguns jogadores na Europa

João Marcos Santana*
LANCE!


O coronavírus forçou o futebol a ficar paralisado e trouxe enormes prejuízos aos clubes de todo o mundo. No entanto, uma parte dos futebolistas têm motivos de sobra para comemorar esta pausa. Atletas que estavam lesionados e tinham o final de temporada comprometidos ganharam um tempo a mais para a recuperação e ficarem à disposição de seus treinadores.

LEWANDOWSKI SONHA COM A CHUTEIRA DE OURO
O atacante do Bayern de Munique é o principal artilheiro do clube bávaro e marcou incríveis 39 gols em 33 jogos na temporada. O polonês é o artilheiro da Liga dos Campeões, com 11 tentos, e lidera a lista também na Bundesliga, com 25 bolas na rede, o que o torna o segundo na briga pela Chuteira de Ouro, atrás de Immobile, da Lazio, que tem 27 gols.

Lewa, no entanto, sofreu uma lesão no joelho esquerdo na partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, contra o Chelsea, e ficaria fora da partida de volta, anteriormente marcada para o dia 18 de março. Recuperado, o camisa 9 poderá enfrentar os Blues na competição continental, que deverá ser disputada em agosto, e também jogará o Campeonato Alemão a partir do próximo fim de semana.




Lewandowski - Treino - Bayern
Lewandowski - Treino - Bayern
Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Lewandowski (ao centro) durante treinamento nesta segunda-feira (11) - Foto: Divulgação / Bayern / Site Oficial

HAZARD PODE DESLANCHAR
Principal contratação do Real Madrid para esta temporada, o atacante Eden Hazard teve um ano para ser esquecido até aqui. O belga chegou ao clube espanhol muito criticado pela forma física em que se apresentou e em novembro, pela Liga dos Campeões, sofreu uma lesão no tornozelo contra o PSG, ficando fora dos gramados por quase três meses.

O camisa 7 retornou no dia 16 de fevereiro, contra o Celta de Vigo, e em sua segunda partida após a lesão, contra o Levante, o atacante se machucou novamente. Hazard teve uma fissura na fíbula da perna direita e passou por cirurgia. O atleta perdeu os jogos contra Barcelona e Manchester City, pela Liga dos Campeões, mas poderá jogar o restante da temporada, já que o futebol na Espanha só voltará em junho.


Hazard - Treino - Real Madrid
Hazard - Treino - Real Madrid

Hazard já treina com bola após retorno da paralisação do futebol (Foto: ANTONIO VILLALBA / REAL MADRID)

PREOCUPAÇÃO A MENOS PARA O BARCELONA
O Barcelona sofreu nesta temporada com muitas lesões, principalmente no setor de ataque. Por conta das perdas, o clube precisou fazer uma contratação de emergência fora da janela de transferências para ter jogador à disposição. Um dos nomes que os catalães perderam ao longo do ano foi Luis Suárez.

O uruguaio teve uma lesão no menisco externo do joelho direito e passou por cirurgia em janeiro. O prazo de retorno era de, no mínimo, quatro meses. Ou seja, o camisa 9 reforçará o Barcelona na reta final da temporada. O jogador, inclusive, já está treinando com os demais companheiros de equipe.

Quem ainda não tem o retorno confirmado é o francês Ousmane Dembélé. O atacante passou por cirurgia por conta de uma ruptura do tendão do bíceps femoral da coxa direita e o prazo de recuperação era de seis meses. Caso volte, será somente nos últimos jogos da temporada.




Suárez - Treino - Barcelona
Suárez - Treino - Barcelona

Suárez está recuperado de lesão no joelho e já treina com companheiros (Foto: Miguel Ruiz / Barcelona)

REFORÇOS NA ZAGA E NO ATAQUE DO CITY

O Manchester City teve problemas de lesão em boa parte da temporada nos setores de defesa e ataque. A dupla de zaga titular, formada por John Stones e Aymeric Laporte, praticamente não atuou junta e ficou de fora de grande parte dos jogos dos Citizens. Stones teve algumas lesões na perna e Laporte passou por cirurgia no joelho direito e desfalcou o clube. Em sua volta, o francês teve problemas na coxa e agora poderá reforçar o clube na reta final.

Stones e Laporte - Manchester City
Stones e Laporte - Manchester City

Stones e Laporte formam a dupla de zaga titular do Manchester City (Foto: AFP; AFP)

Outro jogador de extrema importância para Pep Guardiola é o atacante Leroy Sané. O alemão sofreu uma ruptura dos ligamentos do joelho direito no primeiro jogo da temporada, contra o Liverpool, pela Supercopa da Inglaterra, em agosto, e passou por cirurgia.

Pouco antes da paralisação, o atleta voltou aos treinamentos e chegou a participar de uma partida da Premier League 2, que é voltada para atletas jovens e que estão sem espaço no time de cima. Pablo Marí, quando deixou o Flamengo e rumou ao Arsenal, também disputou a competição para se adaptar ao futebol inglês.

Leroy Sané - Manchester City
Leroy Sané - Manchester City

Sané no retorno aos treinamentos do Manchester City no início do ano (Foto: Twitter / Manchester City)

POGBA DE VOLTA
​Astro do Manchester United, o francês Paul Pogba não vê a hora do futebol retornar na Terra da Rainha. O meio-campista, que atuou apenas oito vezes na temporada, sofreu com problemas no tornozelo. Em janeiro, o jogador passou por uma cirurgia e não se recuperou a tempo de voltar a atuar antes da pausa por conta da pandemia de coronavírus. A última partida de Pogba foi em 26 de dezembro.

Pogba - Manchester United
Pogba - Manchester United

Pogba em ação contra o Wolverhampton pela Premier League em agosto (Foto: PAUL ELLIS / AFP)

*Estagiário, sob supervisão de Hugo Mirandela.


Leia também