Há 60 anos, o Palmeiras estreava na Libertadores

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·4 minuto de leitura


Há exatos 60 anos, em 4 de maio de 1961, a Sociedade Esportiva Palmeiras realizava seu primeiro jogo na história da Copa Libertadores da América. Hoje bicampeão do torneio, o Alviverde estreou, na ocasião, com vitória sobre o Independiente, da Argentina, clube que se tornaria o maior vencedor da competição anos mais tarde, com sete títulos.

Saída de Gilberto no BBB repercute no mundo do futebol; veja os memes

PRIMEIRA PARTICIPAÇÃO

A primeira edição da Libertadores foi disputada em 1960 e contou apenas com o Bahia como representante brasileiro. No ano seguinte, o Palmeiras ficou com a vaga devido ao título do campeonato nacional da temporada anterior. Em sua estreia, o Verdão, de Djalma Santos e Julinho Botelho, comandado pelo técnico Armando Renganeschi, superou o Independiente por 2 a 0. O primeiro gol marcado pelo time na copa continental foi anotado pelo ponta-esquerda Gildo e quem ampliou foi Zéquinha. Na partida de volta, o Alviverde venceu novamente e avançou de fase.

Logo em sua primeira participação, o Verdão fez ótima campanha e chegou à final contra o Peñarol após eliminar a equipe argentina e, em seguida, passar pelo Independiente Santa Fé-COL. Com isso, o Palmeiras tornou-se o primeiro time brasileiro a participar de uma final da Libertadores. Apesar do feito, os uruguaios levaram a melhor sobre o time paulista no placar agregado e ficaram com a taça pela segunda vez.

>> Veja a tabela completa da Libertadores e simule os próximos jogos

Retrospecto do clube na competição

O atual campeão da Libertadores também expressa sua tradição na competição através dos números. É o brasileiro com mais participações (ao lado do São Paulo), o segundo com mais finais disputadas (perdendo somente para o Tricolor Paulista), o mais vitorioso e, disparadamente, o mais goleador.

A um jogo de completar 200 na Liberta, o Alviverde será somente a segunda equipe brasileira a atingir tal marca após o duelo desta terça-feira (4) contra o Defensa y Justicia-ARG. A partir disso, o clube aproxima-se cada vez mais do Grêmio (207) como quem mais vezes entrou em campo pelo torneio continental.

Confira o retrospecto geral do Palmeiras em Libertadores.

- Participações: 21
- Finais: 5
- Títulos: 2
- Jogos: 199
- Vitórias: 110
- Empates: 36
- Derrotas: 53
- Aproveitamento: 61,3%
- Gols Pró: 371
- Gols Contra: 210

Marcas e feitos históricos

Campeão pela primeira vez em 1999, o Palmeiras foi vice colocado da Libertadores em duas oportunidades (1961 e 1968) antes de pintar a América de verde pela primeira vez. O Verdão ainda chegou à final novamente um ano depois, mas foi derrotado pelo Boca Juniors.

Após 21 anos, o clube voltou a conquistar o continente na temporada de 2020, vencendo o Santos na final realizada no Maracanã, com gol marcado aos 53 minutos do segundo tempo por Breno Lopes.

Em boa fase recente na competição, o Palmeiras colecionou, nos últimos tempos, alguns feitos marcantes. Como exemplos, a vitória por 3 a 0 em cima do River Plate na Argentina, o triunfo sobre o Bolívar na altitude após 37 anos de invencibilidade contra brasileiros e até a vitória contra o Boca Juniors na Bombonera por dois gols de diferença em 2018. Isso sem contar as quatro vitórias por 5 a 0 nas últimas duas edições da Libertadores.

Além disso, o Alviverde bateu o recorde de mais vezes seguidas como melhor campanha na fase de grupos da copa, se mantendo neste posto de 2018 a 2020. Na conquista do último ano, o Verdão alcançou também a segunda melhor campanha geral da história de um campeão do torneio - contando apenas as edições com mais de 12 jogos. O aproveitamento de 82% só é superado pelo Cruzeiro de 1976, que obteve cerca de 88%.

Confira algumas marcas históricas do Palmeiras na Libertadores.

- Primeiro gol: Gildo
- Artilheiro: Alex (12)
- Atleta com mais jogos: Marcos (57)
- Atleta com mais vitórias: Marcos (27)
- Maior vitória: Palmeiras 7x0 El Nacional - 1995
- Maior sequência invicta: 11 jogos
- Maior sequência de vitórias: 6 jogos

Indo a campo 60 anos após sua primeira partida na Libertadores, o Palmeiras vai em busca de sua terceira vitória na atual edição, contra o Defensa y Justicia nesta terça, às 21h30 (horário de Brasília), no Estádio Norberto "Tito" Tomaghello, em Florêncio Valera-ARG. Caso não perca, o clube alcançará a maior série de invencibilidade de uma equipe brasileira como visitante na competição, somando 11 jogos seguidos sem perder fora de seus domínios.