Gustavo Gómez, sobre emoção de jogar final da Libertadores: ‘Sonho’

LANCE!/NOSSO PALESTRA
·3 minuto de leitura


Às vésperas da final da Libertadores, a Conmebol começou a divulgar materiais especiais que antecedem o grande confronto entre Palmeiras e Santos. Dentre estes, a confederação gravou um vídeo com o zagueiro palestrino Gustavo Gómez, que descreveu a emoção de entrar em campo no jogo mais decisivo do campeonato.

– É um sonho. Vai ser uma das partidas mais importantes que já joguei. Para o clube também, depois de muitos anos chegar a uma final de Libertadores. Sabemos da importância. Nossa equipe vem bem e sabemos da importância do jogo de sábado. A verdade é que é um orgulho jogar uma final. Minha família também está muito feliz. Também sinto o apoio de toda a gente do Paraguai, estão muito contentes que um compatriota está numa final. E oxalá, Deus queira, possamos levantar esse tão sonhado troféu, esse título tão importante como a Libertadores, e poder dedicar à toda minha gente do Paraguai, que sempre me apoia.

O defensor assegurou, além disso, que o elenco alviverde está concentrado e que fará de tudo para levar a taça para São Paulo.

– Por isso também, ter esse ingrediente a mais de jogar num estádio histórico, a nível mundial e oxalá ganhemos o campeonato. Vamos fazer todo possível, estamos mentalizados, preparando da melhor maneira esses dias. Na semana vamos preparar da melhor maneira, com muita seriedade, fazer todo o possível para conquistar o título.

>> Confira a classificação atualizada do Brasileirão e faça sua simulação
>> Veja as duplas de ataque com mais gols em uma edição de Brasileirão

Por fim, Gómez revelou que o desejo de conquistar a maior competição de clubes da América do Sul existe desde criança, quando viu o Olimpia ser campeão.

– A verdade é que é um sonho. Porém, você sempre trabalha por isso, pelos sonhos. Graças a Deus, com esforço e dedicação, com a ajuda da minha equipe, com as pessoas que estão do meu lado, minha família, vou conquistando coisas que me proponho. A ideia de quando vim para o Palmeiras era isso, de chegar à final da Libertadores e por sorte esse ano aconteceu. Estamos muito perto do título, a 90 minutos, vamos fazer todo o possível para poder ganhar. Vai ser um sonho. Eu me lembro que quando era criança, estava na minha cidade, em San Juan Bautista, e, como não entendia, não me lembro de muita coisa, mas se escutava os fogos de artifício, bombas, de quando o Olimpia foi campeão em 2002. E de muito pequeno, escutei falar de muitos torneios, mais ainda da Libertadores. E por sorte essas lembranças estão vindo na minha cabeça e estou com muita expectativa de poder ganhar a Libertadores.

A final da Libertadores entre Palmeiras, de Gustavo Gómez, e Santos está marcada para o próximo sábado (30), às 17h (horário de Brasília), no Maracanã.