GUIA DO PAULISTÃO: Veja como chegam os times do interior e quem pode surpreender no estadual

Rafael Marson *
·4 minuto de leitura


O Campeonato Paulista 2021 começa neste próximo sábado (27). Por causa da pandemia de COVID-19, o estadual do estado de São Paulo terá sua primeira partida dois dias após o encerramento da Série A do Brasileirão. Dessa forma, Corinthians, Palmeiras, Red Bull Bragantino, São Paulo e Santos não terão pré-temporada. A falta de preparação pode resultar em tropeços para os favoritos.

>> Saiba até quando vai o contrato da fornecedora do seu time

Por outro lado, a maioria dos times do interior paulista iniciaram seus treinamentos nas últimas semanas e anunciaram a maioria dos reforços para o estadual. Abaixo, você confere quais times poderão repetir o feito do Ituano em 2014, último time do interior de São Paulo a levar a taça, e quais devem brigar contra o rebaixamento no Campeonato Paulista.

Massa Bruta irá decolar no Paulistão?

O Red Bull Bragantino fez boa campanha no Brasileirão, em 10º lugar, e chega como principal ameaça aos grandes. Sob o comando de Maurício Barbieri, que teve seu contrato renovado, a equipe de Bragança fez excelente campanha no segundo turno da Série A e mostrou muita organização, principalmente no ataque.

O principal desafio para o Massa Bruta será segurar Claudinho, apontado por muitos como Craque do Brasileirão. O camisa 10 é sondado por clubes europeus, e dificilmente permanecerá no Brasil. Ainda, Barbieri terá que lidar com o desgaste de um elenco que disputou o Brasileirão e não teve folga.

O raio vai cair duas vezes para o Mirassol?

A temporada 2020 foi muito especial para o Mirassol. O clube eliminou o São Paulo nas quartas de final do estadual e obteve sua melhor colocação na competição (3º colocado). A cereja do bolo veio quando a equipe venceu o Floresta, conseguindo o título da Série D e a vaga para a terceira divisão.

Embalado e em boa fase, o Leão trouxe o goleiro Alex Muralha, que já teve passagem pela Seleção Brasileira e estava no Coritiba. Além do experiente arqueiro, a equipe conta com bons nomes no ataque, como Fabrício Daniel e Rafael Silva.

Ainda, cinco jogadores retornaram de empréstimo e irão reforçar o Mirassol, que está no grupo D, ao lado de Guarani, São Bento e Santos. Um desses jogadores é o volante Luis Oyama, que espera repetir o bom desempenho da temporada passada.

Olho na Macaca

A equipe de Campinas flertou com o acesso à Série A do Brasileirão, mas acabou em 7º e irá disputar novamente a segunda divisão nacional. Apesar disso, a Macaca terminou com o melhor ataque da competição (54 gols marcados).

Porém, a produção ofensiva deve sofrer um baque, considerando a saída de Bruno Rodrigues, líder de assistência da Série B, ao São Paulo. Mesmo assim, a Ponte possuí peças importantes no elenco, como o goleiro Ivan, o lateral Apodi e o meia Camilo.

A Macaca está no Grupo B, ao lado de Ferroviária, São Paulo e São Bento e é candidata a brigar por vaga no mata-mata e quem sabe, conseguir uma campanha de sucesso no torneio.

VEJA COMO FICOU A CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRÃO 2020

Botafogo-SP aposta em veteranos para não cair

Se é possível apontar equipes que devem fazer boa campanha no Paulistão, o mesmo pode ser feitos para equipes que devem travar luta ferrenha contra o rebaixamento.

Um dos candidatos ao rebaixamento é o Botafogo-SP. A equipe de Ribeirão Preto só não caiu na temporada passada devido ao saldo de gols. Para piorar a situação, o clube foi rebaixado para a terceira divisão no Campeonato Brasileiro.

A diretoria do clube decidiu apostar em nomes experientes para ajudar nessa briga, contratando o zagueiro Victor Ramos e o atacante Rafael Marques.

São Bento e São Caetano subiram para ficar?

Na temporada passada, o São Caetano derrotou o São Bento nas penalidades da final da Séria A2 do Paulistão, e os dois times subiram para a elite do futebol paulista. No entanto, a luta de ambas equipes para permanecer na primeira divisão será árdua.

Isso porque a equipe de Sorocaba foi rebaixada para a quarta divisão do Brasileirão. Mas a campanha negativa foi abafada pela contratação do youtuber Juninho Manella, filho do treinador Edson Viana, para o estadual, e que divide opiniões.

O campeão da Séria A2 de 2020 foi do luxo ao caos. Com a pandemia, a diretoria do Azulão teve dificuldades em pagar seus funcionários, resultando em denúncias e protestos dos atletas. A crise respingou dentro de campo, onde a equipe ficou em último em seu grupo na Série D do Brasileiro.

No grupo de Guarani, Mirassol e Santos, a chance é que o São Caetano lute para não cair.

O último campeão do interior corre risco de cair

Desde a temporada passada, o Ituano vem dando sinais de que brigará para não cair. No ano passado, terminou em último no grupo com Inter de Limeira, Mirassol e São Paulo.

Na sequência do ano, quase foi rebaixado para a quarta divisão nacional. A equipe de Itu aposta no técnico Vinicius Bergantin para ficar na elite do futebol paulista.

No cargo desde junho de 2017, Bergantin é o treinador há mais tempo em um clube entre os 16 participantes do Paulista desta temporada. O clube trouxe 12 reforços para ajudar o comandante.

* Sob supervisão de Marcio Monteiro