GUIA DO PAULISTÃO: em meio a disputas maiores, Palmeiras busca confirmar favoritismo estadual

·4 min de leitura


Depois de um 2021 em que foi considerado o melhor time do mundo pela IFFHS, com duas Libertadores conquistadas, o Palmeiras entra no Campeonato Paulista com um favoritismo estadual acima de seus rivais. A obrigação pelo título é inevitável, assim como a divisão de esforços com Mundial de Clubes e Recopa Sul-Americana, que acontecerão em meio ao Paulistão-2022. Ainda assim, a busca é, pelo menos, pela quarta final nas últimas cinco edições.

Em pré-temporada desde o dia 5 de janeiro, o Verdão sofreu com 12 casos de Covid-19 no elenco principal, o que acabou levando Abel Ferreira a contar com seu elenco completo apenas no início desta última semana de preparação. Ao todo, o time fez quatro jogos-treino, com duas vitórias, um empate e uma derrota, além de duelo entre reservas e titulares, que foi considerado como um jogo-treino preparatório. A vitória foi da equipe reserva, nos pênaltis.

>> Confira a tabela do Paulistão e simule os resultados


>> Confira o ranking de todos os campeões do Paulistão

Até aqui, o Alviverde contratou cinco jogadores para a temporada 2022: o goleiro Marcelo Lomba, o zagueiro Murilo, o volante Jailson, o meio-campista Atuesta e o atacante Rafael Navarro. E deve receber destaques da base como o atacante Giovani, o lateral-direito Gustavo Garcia e o meia Jhonatan. Endrick, por conta do regulamento, não poderá atuar, já que ainda não completou 16 anos. O desejo de Abel Ferreira é receber um centroavante ao longo do torneio.

Time-base: Weverton; Gustavo Gómez, Luan e Piquerez; Mayke, Danilo, Zé Rafael e Gustavo Scarpa; Raphael Veiga, Dudu e Rony. Técnico: Abel Ferreira.

GRUPO C do Paulistão: Palmeiras, Mirassol, Ituano e Botafogo-SP

VAIVÉM DO PALMEIRAS
Quem chegou:
Marcelo Lomba (goleiro - sem clube), Murilo (zagueiro - Lokomotiv Moscou-RUS), Jailson (volante - sem clube), Eduard Atuesta (meio-campista - Los Angeles FC-EUA) e Rafael Navarro (atacante - sem clube)
Quem saiu: Felipe Melo (volante - Fluminense), Jailson (goleiro - América-MG), Willian (atacante - Fluminense), Borja (atacante - Junior Barranquilla-COL), Victor Luis (lateral-esquerdo - Ceará), Matheus Fernandes (volante - Athletico-PR), Alanzinho (meia - Sport), Rafael Elias (atacante - Ituano), Danilo Barbosa (volante - Nice-FRA) e Lucas Lima (meia - Fortaleza).
Quem pode chegar: Taty Castellanos (atacante - New York City-EUA), Lucas Alario (atacante - Bayer Leverkusen-ALE) e Danilo (atacante - Ajax-HOL)
Quem pode sair: Luiz Adriano (atacante - Botafogo ou Cerro Porteño-PAR) e Danilo (volante - interesse de clubes ingleses).

OLHO NELE
​O grande desejo de Abel Ferreira e dos torcedores palmeirenses era um centroavante de peso, mas ele não chegou. Com isso, quem deve ganhar espaço até mesmo no time titular é Rafael Navarro. Contratado após bom desempenho pelo Botafogo na Série B do Brasileirão-2021, o jovem atacante pode agarrar a oportunidade e surpreender com gols. Menção também ao garoto Giovani, que vai subir para o profissional depois da Copinha.

Rafael Navarro
Rafael Navarro

Rafael Navarro pode surpreender (Foto: Cesar Grecco/Palmeiras)

OS PRIMEIROS JOGOS DO PALMEIRAS NO PAULISTÃO-2022
23/1 - Novorizontino x Palmeiras - 16h
26/1 - Palmeiras x Ponte Preta - 21h35
29/1 - São Bernardo x Palmeiras - 16h
1/2 - Palmeiras x Água Santa - 19h
15/2 - Ferroviária x Palmeiras - horário a definir

OPINIÃO DO SETORISTA (por Alexandre Guariglia)

Pela segunda temporada consecutiva, o Palmeiras deve encarar o Paulistão mais como um laboratório do que como um torneio que esteja entre as suas prioridades. Com uma pequena reformulação no elenco e objetivos maiores durante a disputa do estadual, a competição servirá como teste para o que virá pela frente, além da ambientação de mais garotos que virão da base.

No ano passado, sem se dedicar 100% ao Paulistão, o Verdão conseguiu chegar na decisão para enfrentar o São Paulo e acabou com o vice-campeonato. Se a tendência for confirmada em 2022, a equipe de Abel Ferreira não terá problemas para chegar nas fases finais, mas conviverá com a obrigação de ser campeão novamente, principalmente após o que foi conquistado em 2021.

É inegável que o Palmeiras, neste momento, está alguns patamares acima de seus principais rivais no estado. Embora Corinthians e São Paulo tenham se reforçado, e o Santos venha buscado uma restruturação, não há comparação com os momentos que cada um vive, financeiramente, estruturalmente e esportivamente. Embora não "ligue" tanto para o estadual, essa diferença para os maiores concorrentes precisa ser mostrada com resultados, ou seja, o título.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos