GUIA DO BRASILEIRÃO: Galo chega mais forte no campeonato de 2021 e promete briga com Fla e Palmeiras

·2 minuto de leitura


Terceiro colocado em 2020, ficando a apenas três pontos do campeão Flamengo, o Atlético-MG entra na edição 2021 do Campeonato Brasileiro com “sede” de título, algo que não vem há 50 anos.

Com um elenco recheado de bons jogadores, ainda mais forte do que na temporada passada, o alvinegro de Minas quer não só conquistar o Brasileirão, mas seguir firme no seu projeto de se tornar uma das maiores forças da América do Sul.

Time-base: Éverson, Guga, Igor Rabello, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan Zaracho e Nacho Fernández; Savarino, Hulk e Keno Técnico: Cuca.

CONFIRA A TABELA DA SÉRIE A DO BRASILEIRÃO

Vaivém do Galo:
Quem chegou: Hulk, Nacho Fernández e Dodô
Quem saiu: Diego Tardelli(não renovou contrato), Talisson (Londrina)
Quem pode chegar: Jemerson (Corinthians)
Quem pode sair: Nathan e Gabriel (Santos)
Necessidade de reforços: zagueiros
Retornos de empréstimo: Matheus Mendes (CSA)

Os 10 primeiros jogos:

30/5 Atlético-MG x Fortaleza - Mineirão
6/6 - Sport-PE x Atlético-MG- Ilha do Retiro
13/6 Atlético-MG x São Paulo - Mineirão
16/6- - Internacional x Atlético-MG - Beira Rio
21/6 - Atlético-MG x Chapecoense - Mineirão
24/6 - Ceará x Atlético-MG - Castelão
27/6 - Santos x Atlético-MG - Vila Belmiro
1/7 - Atlético-MG x Atlético-GO - Mineirão
5/7 - Cuiabá x Atlético-MG - Arena Pantanal
8/7 - Atlético-MG x Flamengo - Mineirão

Opinião do setorista - Anderson Gonçalves

O Atlético-MG teve um início de temporada claudicante, com oscilações que geraram reclamações entre os torcedores e até algumas dúvidas sobre o potencial real do time para encarar as maiores forças do país no momento, Flamengo e Palmeiras, além de outras em ascensão como São Paulo, Grêmio e Internacional.

Todavia, o time comandado por Cuca vem mostrando que possui um elenco ainda mais forte do que o de 2021, incrementado pelo ótimo Nacho Fernández, por Hulk, que, em forma, pode ser muito útil, além do lateral Dodô, que pode jogar volante com a mesma desenvoltura.

A ótima campanha na Libertadores, sendo o primeiro na classificação geral da fase de grupos, ficando invicto na competição sul-americana, mais o título mineiro, credencia o Galo a ser uma das forças que irão disputar o caneco, desejo alvinegro há 50 anos. O Brasileirão é o maior sonho do seu torcedor, até mais do que um bicampeonato continental. Por isso, o time mineiro deve focar muito no campeonato para saciar a vontade atleticana de ser o maior do Brasil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos