Guerrero marca e Peru se mantém vivo com empate nas Eliminatórias

Depois de levar dois gols da Venezuela no primeiro tempo, o Peru conseguiu reunir forças para reagir na etapa final e saiu do estádio Monumental, em Maturín, com um empate de certa forma heroico. O ponto ganho fora de casa faz com que a equipe comandada pelo técnico Ricardo Gareca siga viva na esperança de alcançar ao menos a repescagem nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do ano que vem, que será disputada na Rússia.

Lanterna da competição e já sem chances de classificação, a Venezuela, que venceu apenas um jogo até aqui e soma apenas seis pontos, surpreendeu os peruanos graças a grande noite de Otero, meia-atacante do Atlético-MG e conhecido dos torcedores brasileiros. Dos pés do camisa 10, a Venezuela chegou aos seus dois gols.

Primeiro, Otero cobrou falta na área e viu Ángel cabecear no travessão. No rebote, Villanueva mandou para o gol vazio. Antes do intervalo, o próprio jogador do Galo correu para o abraço depois de contar com colaboração do goleiro Gallese ao cobrar falta direto para o gol.

O problema é que o placar não refletia o que era o jogo. Mesmo antes do intervalo, a seleção peruana já havia conseguido criar ao menos três grandes oportunidades claras de balançar as redes. Cueva, Guerrero e o goleiro Fariñez foram os vilões.

Mas, na etapa final a Venezuela não teve forças para segurar os peruanos. Logo aos 35 segundo de bola rolando Cueva deixou Carillo na cara do gol e o atacante não desperdiçou.

A Venezuela não soube aproveitar os espaços dados para o contra-ataque e Paolo Guerrero acabou igualando o marcador, de cabeça, após cobrança de escanteio de Yotún. Dai para frente, o jogo ficou aberto, com o Peru partindo para a pressão total, enquanto os venezuelanos tinham tudo para marcar mais um no contra-ataque. Aos 45, a bola do jogo caiu para Cueva, que acabou mais uma vez lamentando a conclusão para fora.

Na próxima rodada, o Peru terá a dura missão de receber o Uruguai no estádio Nacional, terça, às 23h15 (horário de Brasília). Já a Venezuela vai pegar o Chile, em Santiago, no mesmo dia, mas às 19h.

FICHA TÉCNICA

VENEZUELA 2 X 2 PERU

Local: Estádio Monumental, em Maturín (Venezuela)

Data: 23 de março de 2017 (Quinta-feira)

Horário: 20h30 (de Brasília)

Árbitro: Enrique Cáceres (Paraguai)

Assistentes: Eduardo Cardozo (Paraguai) e Juan Zorrilla (Paraguai)

Cartões amarelos: VENEZUELA: Murillo, Felstscher.PERU: Trauco, Christian Ramos

GOLS:

VENEZUELA: Villanueva, aos 23, e Otero, aos 39 minutos do 1T.

PERU: Carillo, a 35 segundos, e Guerrero, aos 18 minutos do 2T

VENEZUELA: Fariñez, Alexander González, Wilker Ángel, Mikel Villanueva e Feltscher; Tomás Rincón, Rômulo Otero (Machís), Jhon Murillo (Soteldo), Alejandro Guerra e Martínez (Herrera); Salomón Rondón

Técnico: Rafael Dudamel

PERU: Pedro Gallese, Aldo Corzo, Alberto Rodríguez, Christian Ramos e Miguel Trauco; Renato Tapia (Aquino), Yosimar Yotún (Sergio Peña), André Carrillo (Ruidíaz), Edison Flores e Christian Cueva; Paolo Guerrero

Técnico: Ricardo Gareca