Guardiola presta depoimento como testemunha de defesa de Mendy em julgamento de caso de estupro

Guardiola instrui Mendy em jogo do Manchester City (Foto: Paul ELLIS / AFP)


O lateral-esquerdo francês Benjamin Mendy, do Manchester City, responde a sete acusações de estupro. De acordo com o jornal inglês "Daily Mail", o treinador do clube, Pep Guardiola, apareceu como testemunha de defesa no julgamento do jogador, através de chamada de vídeo, e falou sobre a personalidade do seu comandado.

+ Astro do PSG é cortado da França: veja jogadores que vão perder a Copa do Mundo

Guardiola contou que foi convidado pelo próprio Mendy para depor a seu favor. O treinador espanhol elogiou muito as atitudes do atleta no dia a dia do clube.

- Ele é um garoto muito bom, sempre generoso. Eu penso que ele estava feliz quando estávamos juntos no vestiário. Todos pediam favores e ele se dispunha a fazer - contou.

- Ele é um garoto engraçado e eu diria que os campos de treinamento e os vestiários eram onde ele ficava mais feliz - acrescentou.

+ Em fim de contrato, Guardiola abre o jogo sobre futuro no Manchester City

Guardiola também contou que Mendy era adorado pelos companheiros e disse que não tem controle em relação ao que os jogadores fazem na vida privada.

O treinador espanhol ainda comentou sobre a polêmica envolvendo uma festa organizada pelo lateral durante o auge da pandemia.

- Eu sei que aconteceu (a festa). Eu não lembro se soube através da mídia ou alguém do clube me avisou. Claro que não fiquei feliz. A gente falou sobre o assunto e ele aceitou que não fez a coisa certa - afirmou.

Hoje, Benjamin Mendy tem 28 anos. Ele chegou ao Manchester City em 2017 após se destacar pelo Monaco, da França, ao lado de atletas como Mbappé e Falcão García.