Guardiola não espera contratações do Manchester City em janeiro

·1 minuto de leitura
Técnico Pep Guardiola, do Manchester City

(Reuters) - O Manchester City não deve atuar no mercado de transferências na janela de janeiro, apesar de seus problemas no ataque, devido ao impacto da pandemia de Covid-19 nas finanças do clube, disse o técnico Pep Guardiola.

O maior artilheiro do City, Sergio Aguero, ainda não marcou na Premier League nesta temporada, prejudicado por lesões que limitam seu tempo em campo, enquanto Gabriel Jesus balançou a rede apenas duas vezes.

O City marcou 19 gols em 13 jogos da Premier League, pouco mais da metade dos 37 que havia marcado na mesma fase da temporada anterior.

Quando questionado se o City estava procurando fortalecer o ataque na janela de janeiro, Guardiola disse: "Não, acho que não, por causa da situação econômica no mundo”.

"Todos os clubes estão com dificuldades - não somos uma exceção."

Embora o City esteja sofrendo na frente, sua defesa é sólida. A vitória de 1 x 0 no sábado contra o Southampton foi a sexta partida sem sofrer gols na temporada. No total, a equipe tomou 12 gols no campeonato, o menor número dos 20 times.

O zagueiro português Rúben Dias tem tido bom desempenho desde sua chegada do Benfica, em setembro, e foi elogiado por Guardiola.

"Rúben não comete um único erro e está sempre concentrado", afirmou Guardiola. “O nosso clube comprou um defensor excepcional -- especialmente pela personalidade.”

O City enfrenta o Arsenal nas quartas de final da Copa da Liga na terça-feira.

(Reportagem de Arvind Sriram, em Bengaluru)