Guardiola lamenta chances perdidas no segundo tempo

O técnico do Manchester City, o espanhol Pep Guardiola, em Mônaco, em 15 de março de 2017

O técnico do Manchester City, o espanhol Pep Guardiola, lamentou as chances perdidas por seus jogadores no segundo tempo da partida contra o Monaco, que valeu a eliminação do clube inglês nas oitavas de final da Liga dos Campeões.

"Jogamos de forma excepcional no segundo tempo, mas esquecemos do primeiro tempo. Fomos melhores no segundo, mas não foi suficiente", lamentou Guardiola, em coletiva de imprensa após perder por 3 a 1 para o Monaco, que se classificou graças aos gols marcados fora de casa na ida (derrota por 5 a 3).

"As jogadas de bola parada são muito importantes neste nível. O Barcelona e o Real Madrid marcaram desta forma na semana passada", completou o técnico, lamentando o terceiro gol do Monaco, marcado por Tiémoué Bakayoko de cabeça após uma cobrança de falta alçada na área, um gol que acabou dando a classificação para os franceses.

Guardiola insistiu na tecla da má atuação de sua equipe no primeiro tempo. "Não jogamos nos primeiros 45 minutos. Normalmente jogamos a um bom nível, mas aqui não conseguimos. Aprenderemos. A equipe não tem muita experiência".

O ex-técnico de Barcelona e Bayern de Munique, que nesta quarta-feira cumpriu sua 100ª partida na Liga dos Campeões, concluiu a coletiva de imprensa com uma mensagem positiva para o futuro: "Melhoramos, mas esta competição é muito exigente. Algumas vezes devemos ser especiais e ter sorte. Não tivemos".

"O importante é ser fiel a nosso DNA, nosso estilo de jogo. Fizemos isso muito bem no segundo tempo".