Guardiola e o óbvio: City vai precisar jogar mais para eliminar o Real Madrid na Champions

Stats Perform News

A derrota por 2 a 0 para o Arsenal e consequente eliminação da Copa da Inglaterra ligou o sinal de alerta no Manchester City para o confronto decisivo contra o Real Madrid, no dia 7 de agosto, pelas oitavas de final da Champions League.

Quer ver a Copa da Inglaterra ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e faça o teste por um mês grátis!

Como de praxe, o time do técnico Pep Guardiola dominou a posse de bola (71%) e finalizou mais que os Gunners (16 a 4). Mas só um chute foi em direção ao alvo. Para piorar, o setor defensivo (desta vez com García e Laporte e sem Stones e Otamendi) mais uma vez mostrou insegurança. Resultado: os Citizens acumularam a terceira derrota após a retomada do futebol na Europa.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Não jogamos bem num dia em que precisávamos jogar bem", lamentou Guardiola, superado pelo ex-assistente, Mikel Arteta, que preparou um esquema com marcação por pressão e ainda fechou espaços pelos lados do campo, impedindo que De Bruyne e Gundogan pudessem inverter as jogadas. Destaque também para a atuação de David Luiz

O Arsenal chegou ao triunfo no Emirates Stadium com dois gols de Aubameyang. No primeiro, a equipe londrina recuperou a bola no meio-campo e Pepe teve todo espaço do mundo nas costas de Mendy antes de cruzar para o artilheiro gabonês, que facilmente superou Walker. Já na etapa final, num momento em que os visitantes tentavam pressionar em busca do empate, Auba foi lançado por Ceballos, deixou a defesa do City para trás e venceu Ederson - assista aos gols acima!

"Começamos o jogo em ritmo lento e não na maneira que temos que jogar. Nós estivemos prontos em muitas oportunidades, mas hoje (sábado) não estávamos", admitiu Guardiola, cuja imagem "conversando" com uma cadeira durante a partida viralizou nas redes sociais.

A derrota para os Gunners encerrou uma invencibilidade de 880 dias dos Citizens em copas nacionais (o time venceu as duas últimas Copas da Liga, além da FA Cup do ano passado). Só cumprindo tabela na reta final da Premier League, a equipe volta o foco para o jogo de volta contra o Real Madrid, pela Champions.

A classificação está próxima, uma vez que os ingleses venceram a ida por 2 a 1 no Santiago Bernabéu. Só que desde que o futebol voltou, os merengues emplacaram dez vitórias seguidas, enquanto o City, como mostrou o jogo contra o Arsenal, está oscilando.

"Estamos lutando para voltar a jogar no nosso nível", disse Guardiola. "Você não precisa ser um gênio para concluir que precisamos jogar em mais alto nível contra o Madrid", concluiu. 

Leia também