Guardiola e Mourinho têm mais em comum do que nunca

Apesar da presença de Jurgen Klopp, Àrsene Wenger e Antonio Conte na Premier League, as chegadas de José Mourinho e Pep Guardiola para a mesma cidade mexeu com o futebol inglês nesta temporada.

No entanto, até agora, os dois treinadores têm em grande parte do tempo, fora do caminho um do outro, tanto dentro, quanto fora dos gramados. Os leves comentários de Mourinho sobre a vida no hotel como um "desastre" ficaram fora da proporção, mas ele manteve para si mesmo, raramente aparecendo no centro da cidade. Em vez disso, usa o tempo livre para visitar a família em Londres.

Guardiola, que mora a menos de um quilômetro de distância, está mais vezes rodando: na última semana, ele levou a sua equipe para uma refeição no restaurante Juan Mata.

Apesar dos rumores de que Mourinho marcou um encontro com Pep após o clássico em setembro e depois não conseguiu comparecer, os dois se abraçaram calorosamente antes do choque na Copa EFL, um mês depois.

Eles têm pouco a ver uns com os outros, mas não quando se trata da tabela do campeonato. No primeiro turno, eles estavam separados a 10 pontos, diferença que caiu para um antes do clássico desta quinta-feira (27).

No último mês, Guardiola explicou para os torcedores céticos que o ataque implacável é a melhor maneira de proteger a liderança, enquanto Mourinho levou a sua equipe para Middlesbrough e conseguiu uma vitória por 2 a 0, com cinco atletas na parte de trâs.

Mas, apesas de todas as antigas diferenças de opinião, os dois treinadores se encontram em situações notavelmente semelhantes. 

Ambas as equipes herdadas precisam de mudanças importantes, e ambos identificaram o problema antes que tomassem oficialmente o controle; Mourinho nos meses após ter sido demitido do Chelsea, e Pep quase assim que encerrou o seu contrato com o Bayern de Munique.

Mourinho Guardiola Copa 25042017

Guardiola lamentou a falta de pontaria de Aguero, enquanto Ibrahimovic perdeu 18 oportunidades bem definidas nesta temporada e converteu apenas sete, enquanto Aguero marcou 11 e perdeu 10.

A falta de finalização também não é o unico problema. Ambos os treinadores destacaram a mentalidade errada de alguns jogadores, além da má sorte com lesões e decisões da arbitragem.

Há um elemento de verdade em tudo o que dizem, mas a realidade é que eles estão a milhas de Chelsea, a ponto dos torcedores se questionarem se vale a pena.

2017-04-27-manchesteru-mourinho

Mourinho não está aderindo as tradições do United de atacar o futebol e atrair os jovens, enquanto Guardiola criticou os torcedores do City, e busca convencer que seu estilo de ataque pode revigorar as lendas dos clubes.

No clássico desta quinta, parece que há mais Mourinho no United, do que Pep no City, mas ambos terão tempo e recurso.

Por todas as suas semelhanças, eles sempre disputam qual caminho é melhor.

VEJA TAMBÉM: