Guarani vence XV de Piracicaba com poucos gols e cai na Copa São Paulo

Gazeta Press

Precisando de uma goleada e combinação favorável de resultados para se manter vivo na Copa São Paulo de Juniores, o Guarani venceu o XV de Piracicaba pelo placar magro de 2 a 1 e deu adeus às competições. A equipe de Campinas ficou na terceira colocação, atrás de Ituano e Santa Cruz.

Com os três pontos conquistados na vitória, a equipe campineira continuou na terceira colocação do grupo, já que os donos da casa Ituano venceram o Santa Cruz por apenas 1 a 0. O Santa e o Bugre terminaram empatado com quatro pontos cada, mas os pernambucanos tiveram saldo de um gol, enquanto o Guarani teve menos um.

Após mais uma derrota, o XV também encerrou sua participação na Copinha. A equipe ficou na última colocação, com apenas um ponto conquistado em três partidas, dois gols feitos e cinco tomados. O Guarani dá adeus ao torneio com quatro pontos, três gols pró e quatro contra.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O Jogo – Logo aos oito minutos, o XV armou uma boa jogada pelo lado direito do campo e quase chegou ao gol. Gabriel Carvalho ajeitou e Spadottin quase abriu o placar. Seis minutos mais tarde, Spadottin voltou a assustar, exigindo boa defesa do goleiro Carlão.

O primeiro gol do Guarani veio aos 22 minutos. Leozinho chutou e venceu o goleiro Léo para dar a vantagem para o Bugre. O camisa 10 também quase ampliou na sequência, com um belo chute na entrada da área defendido pelo goleiro adversário.

Aos 40 veio o segundo. Bruno foi derrubado muito próximo à grande área e, na cobrança da falta, Salomão ampliou o marcador com uma bela cobrança por baixo da barreira. O Guarani ainda teve outra oportunidade no primeiro tempo, já nos acréscimos, com Elias. O atacante chutou forte e carimbou a trave de Léo.

Com Oya em campo no lugar de Abraão, o Bugre chegou diversas vezes no ataque adversário, mas não conseguiu êxito em suas ofensivas. Ficando em último no grupo, o XV passou a ameaçar mais o gol do Guarani liderados pelo habilidoso e lutador Spadottin.

Aos 22 minutos, o XV conseguiu descontar. Spadottin fez tabela na entrada da área e chutou no canto, mas o goleiro defendeu. No rebote, o arqueiro fez falta no próprio Spadottin e o juiz deu pênalti. Diego, na cobrança, deslocou Carlão e diminuiu o placar em Itu.

Dez minutos depois, uma polêmica no jogo. Spadottin entrou driblando na defesa do Guarani, deu uma meia-lua em Carlão e caiu dentro da área, mas o juiz não deu outro pênalti.

Sem muita criatividade, nenhuma equipe voltou a assustar o gol adversário. Nem mesmo as cinco substituições feitas na reta final foram suficientes para incendiar a partida.

Leia também