Guarani vence o Brasil de Pelotas fora de casa e entra no G4 da Série B

·4 min de leitura


Na noite desta quarta-feira (10), o Guarani foi até o estádio Bento Freitas e venceu o Brasil de Pelotas em partida da 35ª rodada do Brasileirão Série B. No começo da segunda etapa, Bruno Silva marcou o gol da vitória por 1 a 0. Com o resultado, o Bugre assumiu a 4ª colocação e aguarda o fim da rodada para saber se ficará de vez no G4. Por outro lado, o Xavante segue cumprindo tabela até o final do torneio, visto que já está rebaixado.

Agora, os dois clubes voltam a campo no próximo final de semana, pela 36ª rodada do Brasileirão Série B. No sábado (13), o Guarani recebe o Avaí, às 16h. Por outro lado, no domingo (14), o Brasil de Pelotas visita o Coritiba, às 18h15.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

Matheus Nogueira evita o pior
Os primeiros 15 minutos no Bento Freitas foram todos do Guarani. Mesmo fora de casa, o time paulista teve o domínio da posse de bola e propôs o jogo. Na saída de bola, Júlio César chutou ao lado do gol. Pouco depois, foi lançado dentro da área, mas Matheus Nogueira saiu para abafar a finalização.

Mais tarde, Régis recebeu de Mateus Ludke e obrigou o goleiro a fazer mais uma defesa importante. Depois desse susto, o Brasil de Pelotas finalmente conseguiu chegar com certo perigo em chute de Erison, que desviou na defesa e fez Rafael Martins voltar para defender.

Por muito pouco
Com o passar do tempo, a partida foi ficando mais equilibrada, mas, mesmo assim, o Guarani continuou mais presente no campo de ataque. O primeiro gol quase saiu quando Mateus Ludke apareceu na segunda trave em cruzamento vindo da esquerda e completou rente à trave.

Por sua vez, o Brasil de Pelotas continuou com a sua estratégia de tentar atuar no erro do seu adversário. Entretanto, o Guarani pouco errou e ofereceu raros espaços para os contra-ataques.

Nem de direita
​O jogo ficou mais igual nos 15 minutos finais do primeiro tempo. Mesmo assim, quem continuou levando mais perigo foi o Guarani, que chegou com Bidú. Dentro da área, o lateral-esquerdo levou para a direita e, mesmo com a perna ruim, levou perigo a Matheus Nogueira.

Do outro lado, Rafael Martins, que vinha fazendo um jogo de espectador de luxo, teve que trabalhar em chute de Erison. O camisa 9 do Brasil de Pelotas tentou uma finalização sem ângulo, mas o goleiro interveio bem. Assim, o jogo foi em 0 a 0 para o intervalo.

Voltou com tudo!
Os primeiros 15 minutos da etapa final foram de muita movimentação em Pelotas. Logo aos 7, em cobrança de escanteio, Bruno Silva se antecipou a Matheus Nogueira e testou para o fundo do gol, colocando o Guarani na frente no placar.

Pouco depois de sair na frente, o Bugre quase ampliou com Lucão do Break que recebeu de Régis e mandou de primeira para milagre de Matheus Nogueira. Do outro lado, Rafael Martins também operou duas boas defesas em chutes de Netto e Renatinho.

Pouco se fez, e quando fez...
​Depois de 15 minutos alucinantes, o confronto caiu de ritmo e ficou muito travado no setor de meio de campo de lado a lado. Jerson Testoni lançou o Brasil de Pelotas ao ataque com as mudanças, enquanto que Daniel Paulista optou por compactar seu time.

Em suma, cada time teve uma chance de gol. Na mais clara pelo lado do Guarani, Pablo recebeu livre na entrada da pequena área, mas isolou. Já pelo lado dos mandantes, Erison cabeceou, porém parou em Rafael Martins. Nos últimos segundos, após uma indecisão da defesa bugrina, Gabriel Poveda teve a oportunidade de deixar tudo igual, mas mandou para fora. Desse modo, o Bugre fechou a vitória em 1 a 0.

FICHA TÉCNICA
BRASIL DE PELOTAS 0 X 1 GUARANI
​​​​Local
: Bento Freitas, em Pelotas (RS)
Data/Horário: 10 de novembro de 2021 (quarta-feira), às 19h
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Assistentes: Lucas Costa Modesto (DF) e Kleber Alves Ribeiro (DF)
Gol: Bruno Silva (7'/2°T)
Cartões amarelos:

BRASIL DE PELOTAS: Matheus Nogueira; Netto, Leandro Camilo, Ícaro e Heverton (Paulinho, aos 31'/2°T); Diego Gomes (Caio Rangel, aos 31'/2°T), Bruno Matias e Rildo; Patrick, Renatinho (Gabriel Poveda, aos 31'/2°T) e Erison. Técnico: Jerson Testoni.

GUARANI: Rafael Martins; Mateus Ludke, Ronaldo Alves, Thales e Bidú; Bruno Silva e Índio; Régis (Andrigo, aos 25'/2°T), Bruno Sávio (Luiz Gustavo, aos 47'/2°T) e Júlio César (Allan Victor, aos 37'/2°T); Lucão do Break (Pablo, aos 25'/2°T). Técnico: Daniel Paulista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos