Guarani vai resolver situação de 'brigões' internamente

LANCE!
·1 minuto de leitura


A noite de domingo, que iria acabar em festa para o Guarani, terminou com muita tensão graças a briga dos jogadores Rodrigo Andrade e Bidu, que trocaram socos após o apito final e foram expulsos pelo árbitro.

+ Saída de Gilberto no BBB repercute no mundo do futebol; veja os memes

Na coletiva de imprensa, o técnico Allan Aal explicou que o caso será resolvido de maneira interna e que já bateu um papo com a diretoria sobre a confusão.

‘Nós vamos resolver internamente, vamos cobrar dos jogadores. A gente sabe que é um tipo de situação que os nervos estão à flor da pele, mas nós somos profissionais e temos que manter o nosso equilíbrio. Mas como a gente falou aqui, a gente vai procurar resolver internamente não só na questão técnica, da comissão técnica, mas também questão diretiva. E a gente já estava conversando com o presidente (Ricardo Moisés) e com o Michel (Alves, superintendente de futebol) para que as coisas não partam para um lado de excesso de vontade gerar desequilíbrio. Então isso a gente vai resolver internamente, e eu tenho certeza que tudo vai se ajeitar’, afirmou.

Com a expulsão, Rodrigo Andrade e Bidu estão fora de combate para encarar a Ponte Preta na próxima quarta-feira, no Moisés Lucarelli.