Grupo político do Flamengo encaminha pedido de homenagem a Jorginho no Ninho do Urubu

·1 minuto de leitura


O grupo político 'Flamengo da Gente' encaminhou nesta segunda-feira um pedido ao Conselho Diretor do clube para que seja prestada uma homenagem a Jorge Luiz Domingos, o Jorginho. A proposta dos sócios é que o nome do ex-funcionário seja dado à Sala de Massagem ou de Fisioterapia do CT George Helal, o Ninho do Urubu.

+ De olho no sucessor: veja 15 jogadores que o Flamengo poderia tentar para o lugar de Gerson

O pedido tem a assinatura de 115 sócios e sócias do clube que entendem a importância de Jorginho para o Flamengo. O massagista morreu aos 68 anos, vítima de complicações da Covid-19 em maio de 2020. No clube desde 1980, ele tinha 40 anos de serviços prestados ao Flamengo e era o funcionário mais
antigo do Departamento de Futebol.

Vale lembrar que Jorginho integrou as comissões técnicas campeões mundiais do Flamengo, em 1981, e da Seleção Brasileira, em 2002. Chamado de 'Tio Jorge', ele era muito querido pelo elenco rubro-negro e recebeu uma série de homenagens após a morte.

+ Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

A ideia de homenagear Jorginho no CT partiu da Frente pela Igualdade Racial do Flamengo da Gente, mas o pedido também foi assinado por sócios e sócias que não integram o grupo político. Em nota divulgada nas redes sociais, o grupo diz acreditar na compreensão e na sensibilidade do Conselho Diretor para acatar a sugestão e eternizar o nome de Jorginho no clube.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos