Grêmio escancara fragilidade de Coudet com mais ambição e futebol na terceira vitória seguida em Grenais

Alexandre Praetzel
·2 minuto de leitura
Pepê decidiu o clássico para o Grêmio. Foto: Pedro H. Tesch/AGIF
Pepê decidiu o clássico para o Grêmio. Foto: Pedro H. Tesch/AGIF

O Grêmio aumentou o tabu para dez jogos sem perder para o Inter, no segundo Grenal pela fase de grupos da Libertadores da América. A vitória por 1 a 0 deixou o tricolor com sete pontos ao lado do Inter. América de Cali e Universidad Católica empataram e estão com quatro pontos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

O clássico do Beira-Rio foi pobre tecnicamente no primeiro tempo, mas sempre teve o Grêmio mais ambicioso pela vitória. Pepê foi o autor do gol e o melhor em campo, sempre buscando a superioridade pessoal sobre seus marcadores. Apesar dos desfalques, o Grêmio ainda mostrou que joga mais futebol do que o rival.

Leia também:

Na segunda etapa, o tricolor saiu mais para o ataque e atormentou o adversário com o espaço aberto pelo lado direito com Orejuela e Alison em cima do frágil Jussa. Enquanto o Inter tinha mais posse de bola inócua e sem perigo, o Grêmio atacava e contra-atacava, ameaçando o goleiro Lomba. Depois de mais um lance iniciado pela direita, Pepê recebeu a bola e bateu com velocidade, acertando o canto esquerdo do goleiro. Gol merecido de quem sempre pensou mais em ganhar do que apenas empatar, com uma forma definida de jogar.

O Inter tentou reagir na base do abafa, mas parou em Vanderlei e no sistema defensivo tricolor. A escalação inicial de Coudet com Musto, Lindoso e Marcos Guilherme e o desespero do argentino em fazer as substituições, depois de levar o gol, mostraram um treinador perdido e sem reação contra seu principal algoz. Coudet foi contratado para tornar o Inter diferente e conseguiu deixá-lo pior do que o time de seu antecessor, Odair Hellmann.

O Grêmio arruma a casa, após más atuações e uma “crisezinha” técnica. O Inter entra em grande debate sobre a competência do seu técnico e a fragilidade do seu elenco.

Veja mais de Alexandre Praetzel no Yahoo Esportes

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube