Grande de SP que pior finaliza, Timão busca ajuste antes de fase mata-mata

Bruno Cassucci

O Corinthians está classificado para a fase final do Campeonato Paulista, é o líder do Grupo A e o segundo melhor da competição. Contudo, a equipe ainda vem enfrentando dificuldades para marcar gols. Foram apenas nove bolas nas redes em nove partidas e inúmeras chances desperdiçadas, fato que faz o clube acender o sinal de alerta a três jogos do fim da primeira fase.

O Timão é o grande de São Paulo com maior média de finalizações erradas no Estadual: 7,8 por rodada. Em comparação com Palmeiras, Santos e São Paulo, a equipe também é a pior em conclusões certas: apenas 5 por rodada.

Para corrigir esse problema, o técnico Fabio Carille tem insistido nos trabalhos de finalizações durante os treinamentos. Tanto titulares quanto reservas têm realizado trabalhos do tipo com frequência, como ocorreu na última segunda-feira, na reapresentação do elenco após a derrota por 1 a 0 para a Ferroviária.

Entretanto, até mesmo nos treinamentos o aproveitamento nos chutes é baixo. Cássio aponta mérito dos goleiros, mas admite que é preciso evoluir logo:

- Mérito dos goleiros, vamos valorizar um pouco o trabalho dos goleiros aqui no Corinthians (risos). São situações no dia a dia, vamos trabalhando o que é ruim. Apesar da derrota (para a Ferroviária) os números são bem positivos, a tendência é crescer mais. Espero que esses gols que a gente não está fazendo saiam na hora do mata-mata - destacou.








E MAIS: