Grande Prêmio da Itália de MotoGP é definitivamente cancelado

AFP
Uma imagem tirada durante o último Grande Prêmio da Itália de MotoGP em 2 de junho de 2019 no circuito de Mugello
Uma imagem tirada durante o último Grande Prêmio da Itália de MotoGP em 2 de junho de 2019 no circuito de Mugello

O Grande Prêmio da Itália de MotoGP, que originalmente aconteceria em 31 de maio no circuito de Mugello e que foi inicialmente adiado para uma data que seria determinada, acabou sendo cancelado para 2020 e retirado do calendário, anunciou a Federação Internacional de Motociclismo (FIM) nesta quarta-feira.

Será a primeira vez em quase trinta anos, disse a FIM, que o circuito da Toscana não sediará o GP.

A FIM e a promotora do campeonato de MotoGP, o grupo espanhol Dorna, ainda terão que apresentar o calendário revisado para o Mundial de 2020, que foi revolucionado devido à pandemia de COVID-19.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O Mundial de motociclismo deveria ter começado em 8 de março no Catar, mas apenas as categorias de Moto2 e Moto3 foram disputadas na época, devido às medidas de confinamento e restrições impostas no auge da pandemia.

Várias corridas foram posteriormente adiadas ou canceladas. A temporada de MotoGP ainda não pôde começar.

O presidente da Dorna, Carmelo Ezpeleta, havia indicado no início de junho que planejava apresentar um novo calendário em breve.

"Se tudo correr bem, começaremos em 19 de julho em Jerez (no sul da Espanha) e as últimas corridas ocorrerão em novembro, para (um total de) doze ou treze corridas", disse ele.

Dorna pediu autorização ao governo espanhol para organizar duas corridas com portões fechados nos dias 19 e 26 de julho no circuito andaluz em Jerez, mas ainda não anunciou a resposta ao seu pedido.

Leia também