Grafite ressalta saída amigável do Santa Cruz e prevê retorno ao clube

Gazeta Press

A saída de Grafite rumo ao Atlético-PR surpreendeu os torcedores do Santa Cruz. O atacante, no entanto, fez questão de ressaltar que a decisão de deixar o clube pernambucano foi tomada em comum acordo com o presidente do clube Alírio Moraes. Em texto publicado em uma rede social, o jogador explicou os motivos da transferência, agradeceu aos torcedores e funcionários do Tricolor e prometeu retornar ao Arruda.

“Queria agradecer a todos os jogadores, técnicos, diretores e especialmente funcionários, que são a base do nosso sucesso no dia a dia, por este um ano e meio de convívio, irmandade e lutas, porque sabemos que o dia a dia no Santa não é fácil. A saída não está sendo do jeito que imaginávamos que seria um dia, mas foi amigável, sem mágoas ou rancor de minha parte e vi que por parte do nosso ‘Querido Presidente’ Alírio Moraes também, em comum acordo decidimos que era melhor eu sair, sabemos das dificuldades que o clube vive administrativamente, vai ser melhor para ambos!”, escreveu.

 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

 

Grafite chegou ao Santa Cruz em agosto de 2015 e foi peça fundamental na arrancada do time na Série B do Campeonato Brasileiro, que culminou com o acesso para a primeira divisão do futebol nacional. Neste ano, o atacante teve mais motivos para comemorar. Titular absoluto da equipe de Milton Mendes, foi importante nas conquistas da Copa do Nordeste e do Campeonato Pernambucano.

O desempenho do camisa 23 coral na temporada despertou o interesse de outros clubes do Brasil, porém Grafite preferiu estender seu vínculo com o Santa Cruz até o final de 2017. O novo contrato tinha uma cláusula que o liberava em caso de rebaixamento ou de uma proposta melhor para ambos os lados. Foi justamente o que ocorreu. O Tricolor pernambucano acabou rebaixado e o atacante recebeu uma proposta atrativa do Atlético-PR.

Veja o pronunciamento de Grafite sobre a saída do Santa Cruz:

“Bom dia a todos, chega ao fim mais uma passagem minha por este clube maravilhoso que mais que jogar por ele aprendi a gostar de uma maneira muito especial, como jogador e capitão deste clube este ano tive momentos, emoções e sentimentos que jamais pensaria em sentir novamente dentro de campo. Títulos, vitórias e até derrotas que me deram o prazer de jogar e se doar por ele, mesmo que em alguns momentos não consegui produzir aquilo que todos esperavam, mas sempre fiz com amor e dedicação!

Queria agradecer a todos os jogadores, técnicos, diretores e especialmente funcionários, que são a base do nosso sucesso no dia a dia, por este um ano e meio de convívio, irmandade e lutas, porque sabemos que o dia a dia no Santa não é fácil. A saída não está sendo do jeito que imaginávamos que seria um dia, mas foi amigável, sem mágoas ou rancor de minha parte e vi que por parte do nosso ‘Querido Presidente’ Alírio Moraes também, em comum acordo decidimos que era melhor eu sair, sabemos das dificuldades que o clube vive administrativamente, vai ser melhor para ambos!

À ‘Nação Coral’, o coração deste clube, fica meu agradecimento pelo carinho, apoio pelos momentos juntos, as cobranças, o apoio tudo, de coração Obrigado!! Um dia voltarei novamente para juntos caminharmos para dias melhores!! Obrigado Santinha”.

Leia também