Grêmio x Inter não chegou nem perto do recorde de expulsões na Libertadores

Goal.com

O primeiro Gre-Nal da história da Libertadores foi disputado em alto nível, com muitas chances criadas e desperdiçadas. Mas o empate sem gols, pelo Grupo E, ficou marcado mesmo pela confusão e oito cartões vermelhos distribuídos pelo árbitro Fernando Rapallini.

Foram quatro gremistas e quatro colorados expulsos. E com tamanhas expulsões é impossível não se perguntar: seria este o duelo com o maior número de cartões vermelhos na história da competição continental?

A resposta, por mais incrível que pareça, é um sonoro “não”. Sonoro porque, apesar de o Gre-Nal ter ficado no segundo lugar neste ranking, o recorde histórico foram 19 expulsões. Aconteceu em 1971, em um duelo entre Boca Juniors e Sporting Cristal.

No final do encontro, realizado na Bombonera, a confusão estourou envolvendo jogadores e membros das respectivas comissões técnicas. Além das 19 expulsões, o encontro teve como consequência três pessoas hospitalizadas e um bom número de pessoas detidas.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também