Grêmio vira alvo e tenta defender G-4 contra a Chapecoense

Folhapress

PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS) - Com quatro vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro, o Grêmio encerrou a última rodada, a 31ª, entre os quatro primeiros colocados da competição, feito que tentará defender em visita à Chapecoense neste domingo (10), às 19h, na Arena Condá.

A satisfação por estar no G-4, algo inédito para os gremistas na temporada e obtido mais cedo do que em 2018, dá lugar, aos poucos, à consciência de que o time agora se tornou caça de São Paulo, Corinthians e Internacional, outros candidatos a vaga direta à fase de grupos da Libertadores de 2020.

"Todo mundo quer o G-4, o Grêmio também. O Grêmio chegou em um momento importante do campeonato. É reta final, são sete jogos. Quem está atrás quer ultrapassar o Grêmio, a gente sabe disso. Entrar no G-4 é uma coisa, se manter é outra totalmente diferente", disse Renato Portaluppi após vitória sobre o CSA na quinta (7).

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

No ano passado, o Grêmio terminou o Brasileiro justamente em quarto lugar. Mas a posição foi conquistada somente na 33ª rodada, após vitória sobre o Vasco. À época, a ultrapassagem sobre o time que abria o G-4 veio pela diferença no número de vitórias (16 a 15) —o rival direto era o mesmo de agora, o São Paulo.

Agora, a quarta posição é fruto apenas da pontuação —o Grêmio soma 53 pontos, um a mais que os são-paulinos.

Além da recente vitória sobre o CSA, o time gaúcho vem de triunfos diante de Botafogo, Vasco e Internacional. Contra o clube alagoano, viu o caminho ficar aberto pela vaga no G-4 após ter a confirmação da derrota do São Paulo para o Fluminense em pleno Morumbi.

Até a rodada anterior, o Grêmio de 2019 havia ocupado, no máximo, o quinto lugar na tabela. Reflexo do uso de reservas em muitos jogos por conta da concorrência com os mata-matas da Copa do Brasil e da Libertadores. Agora, resta apenas o Brasileiro, tal como no ano passado.

Na atual edição, o Grêmio também inclui Corinthians e Inter no páreo. Ainda que a distância para eles seja maior, de cinco e de sete pontos, respectivamente.

Já o adversário gremista da vez briga na outra ponta da tabela. A Chapecoense ocupa a vice-lanterna do campeonato, com 22 pontos, a 12 do primeiro time fora do Z-4, e se vê cada vez mais ameaçada de rebaixamento.

Contra o Grêmio, a Chape terá o retorno do meia Camilo, poupado recente empate com o Bahia em 1 a 1. O atacante Henrique Almeida, autor do gol contra os baianos na quarta (6), será desfalque por sentir dores no tendão de Aquiles. Os gremistas estarão sem Maicon e Bruno Cortez, suspensos.

CHAPECOENSE

João Ricardo; Renato, Douglas, Rafael Pereira e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Amaral, Vini Locatelli e Camilo; Roberto e Everaldo. T.: Marquinhos Santos

GRÊMIO

Paulo Victor; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Juninho Capixaba; Rômulo, Matheus Henrique, Alisson, Luciano e Everton; Diego Tardelli. T.: Renato Gaúcho

Estádio: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Horário: 19h deste domingo

Juiz: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Leia também