Grêmio vence Zamora (2-0) na estreia na Copa Libertadores

o Grêmio, com gols de Léo Moura e Luan, derrotou por 2 a 0 o venezuelano Zamora nesta quinta-feira, na estreia de ambas as equipes no grupo 8 da Copa Libertadores-2017.

Duas vezes campeão continental, o Tricolor gaúcho sofreu no início do jogo, mas conseguiu impor sua superioridade técnica para vencer a partida no estádio La Carolina, na cidade de Barinas, oeste da Venezuela.

Os gols do veterano lateral-direito Léo Moura, nos acréscimos do primeiro tempo, e do atacante Luan, de pênalti aos 5 minutos da segunda etapa, deram os importantes três pontos ao Grêmio, que assume a liderança do grupo 8, no qual também estão o paraguaio Guaraní e o chileno Deportes Iquique.

o Grêmio só volta a campo pela Libertadores em abril, no dia 11, para enfrentar o Deportes Iquique em Porto Alegre. No dia seguinte, o Zamora visita o Guaraní.

- Pressão venezuelana -

O Grêmio foi surpreendido pela intensidade do jogo venezuelano no início do jogo e viu o time da casa se aproximar da abertura do placar.

Aos 4, Marcelo Grohe voou para defender uma bomba do atacante Uribe, que recebeu lançamento primoroso da zaga.

Aos 10, foi a vez de Peña escapar pela direita e cruzar rasteiro para Clarke, que, já na pequena área, pegou de primeira. A bola passou tirando tinta da trave gaúcha.

Sem Douglas, principal criador do meio de campo, mas que lesionou seriamente o joelho em janeiro e desfalcará o clube por cerca de seis meses, o Grêmio penou para criar jogadas ofensivas. Luan e Bolaños, os dois homens mais à frente, precisavam recuar demais para participar do jogo.

Os comandados de Renato Gaúcho, porém, foram aproveitando os espaços deixados pelo Zamora, que atacava com muitos jogadores e cedia o contra-ataque ao Tricolor.

Em um desses lances, o Grêmio assustou pela primeira vez o time venezuelano. Aos 25, Bolaños recebeu na ponta direita, invadiu a área e chutou forte, obrigando o goleiro Salazar a fazer boa defesa.

O lance acordou o Grêmio, que começou a tomar a iniciativa da partida e dominar a posse de bola, o que acabou dando frutos nos acréscimos do primeiro tempo.

Luan recebeu na entrada da área e rolou para Pedro Rocha, que vinha de trás e enxergou muito bem a ultrapassagem de Léo Moura. O lateral-esquerdo de 38 anos dominou com categoria e girou chutando, acertando o canto do gol de Salazar, que nem teve tempo de se jogar na bola. 1 a 0 Grêmio.

- Luan deixa o dele -

Na volta do intervalo, o Grêmio manteve o controle do jogo e não demorou para definir a vitória.

Aos 6 minutos, em rápido contra-ataque, Pedro Rocha disparou pela esquerda e cruzou perfeitamente para Ramiro, que aparecia livre para finalizar da marca do pênalti. Atrasado, Ovalle se viu obrigado a empurrar o volante gaúcho. O árbitro viu e deu pênalti.

Na cobrança, Luan assumiu a responsabilidade e cobrou no meio do gol, ampliando a vantagem do Grêmio no jogo e marcando seu primeiro gol na temporada.

Com dois gols de vantagem, o Grêmio se fechou e segurou o ímpeto do Zamora, que se jogou ao ataque em busca de um placar mais favorável.

Responsável por sofrer o pênalti, Ramiro ainda teve fôlego para salvar o Grêmio na defesa, aparecendo para tirar de cima da linha uma cabeçada de Filippetto, aos 17.

Aos 32, foi a vez de Thyere impedir o gol venezuelano, travando um chute à queima-roupa de Gallardo.

Nos minutos finais, o Zamora pareceu aceitar a derrota e o Grêmio, satisfeito com os dois gols de saldo na estreia na Libertadores, também não fez grande esforço para mudar o placar.