Grêmio vence peruano Ayacucho (2-1) e avança à terceira fase da Libertadores

·3 minuto de leitura

Com jogadores reservas e juvenis, o Grêmio derrotou o peruano Ayacucho por 2 a 1 nesta terça-feira na altitude de Quito (2.850m acima do nível do mar) e avançou para a terceira fase da Copa Libertadores de 2021, onde enfrentará o equatoriano Independiente del Valle.

Os gols da vitória do tricolor gaúcho no Estádio Olímpico Atahualpa, na capital equatoriana, foram marcados por Aldemir Ferreira aos 41 minutos e Ricardinho já nos últimos instantes da partida (87). Para o Ayacucho, Leandro Sosa abriu o placar aos 39.

Na ida, Grêmio havia goleado Ayacucho por 6 a 1, em Porto Alegre.

O Ayacucho teve que jogar em Quito porque o Peru fechou sua fronteira com o Brasil devido à pandemia de covid-19.

Aos 39 minutos, o meia uruguaio Leandro Sosa fez 1 a 0 para o time peruano em um chute de fora da área.

Mas a alegria não durou muito, já que o Grêmio, aos 41, por meio de Aldemir Ferreira, deixou tudo igual depois de se livrar de dois marcadores e acertar um chute de longe, impossível para o goleiro Espinoza defender.

O tricolor, comandado esta noite por Alexandre Mendes, auxiliar do técnico Renato Gaúcho, não se contentou com o 1 a 1 no placar e pisou no acelerador com o juvenil Leo Chú.

A recompensa veio com um chute de pé direito de Ricardinho em que a bola foi parar no fundo da rede.

- Santos se classifica com empate -

Mais cedo, o Santos se classificou com um empate em 1 a 1 em sua visita ao Deportivo Lara, da Venezuela.

Jogando 'em casa', Yeferson Soteldo abriu o placar marcando um gol de falta aos 37 minutos, no Estádio Olímpico da UCV, em Caracas, diante dos olhos do técnico da seleção venezuelana, o português José Peseiro, que marcou presença nas arquibancadas como observador. Ignacio Anzolá empatou no segundo tempo (67) de cabeça.

O gol de Soteldo, jogador da seleção 'Vinotinto', em bela cobrança de uma falta que ele mesmo havia sofrido na entrada da área, permitiu à equipe comandada pelo argentino Ariel Nolan fazer valer o triunfo de 2 a 1 da semana passada na Vila Belmiro para se classificar.

Tricampeão da Libertadores (1962, 1963 e 2011) e finalista da edição passada do torneio contra o Palmeiras, o Santos vai enfrentar o vencedor do duelo entre Universidad de Chile e San Lorenzo na próxima fase, a última antes da fase de grupos.

Também nesta terça-feira, Bolívar e Independiente del Valle mostraram sua força na altitude. O time boliviano goleou o Wanderers uruguaio por 5 a 0 e a equipe equatoriana atropelou o Unión Española do Chile, por 6 a 2.

Na terceira fase (de 6 a 15 de abril) participam os 8 times vencedores da segunda fase e os quatro que ganharem vão se classificar para a fase de grupos, cujo sorteio será realizado no dia 16 de abril em Assunção e começará quatro dias mais tarde para terminar no dia 27 de maio.

Os quatro perdedores da terceira fase entrarão na segunda rodada da Copa Sul-Americana-2021.

-- Jogos de volta da segunda fase da Libertadores (entre parênteses os resultados da ida e em caixa-alta os classificados para a terceira fase):

Terça-feira, 16 de março:

Em Caracas: Deportivo Lara (VEN) - SANTOS (BRA) 1-1 (1-2)

Em La Paz: BOLÍVAR (BOL) - Montevideo Wanderers (URU) 5-0 (0-1)

Em Quito: Ayacucho (PER) - GRÊMIO (BRA) 1-2 (1-6)

Em Quito: INDEPENDIENTE DEL VALLE (EQU) - Unión Española (CHI) 6-2 (0-1)

Quarta-feira, 17 de março:

Em Assunção: Libertad (PAR) - Universidad Católica (EQU) (1-0)

Em Buenos Aires: San Lorenzo (ARG) - Universidad de Chile (CHI) (1-1)

Em Barranquilla: Junior (COL) - Caracas FC (VEN)(2-1)

Quinta-feira:

Em Medellín: Atlético Nacional (COL) - Guaraní (PAR) (2-0)

cm/ma/cl/aam