Grêmio vence Bahia e sai na frente de 'Gre-Nal da rodada' pelo G4

JEREMIAS WERNEK
·3 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Grêmio venceu o Bahia por 2 a 1 na noite de hoje (6), em Porto Alegre, e saiu na frente em uma espécie de Gre-Nal na tabela de classificação. É que com o resultado, o time de Renato Gaúcho ultrapassou o Internacional e entrou no G4 do Campeonato Brasileiro. O time de Abel Braga joga na quinta-feira contra o Ceará, fora de casa, e precisa pontuar para recuperar a posição. Vanderson abriu o placar para o Grêmio, Anderson Martins empatou no início do segundo tempo e Diego Souza garantiu a vitória, logo depois. Vanderson abriu o placar para o Grêmio, Anderson Martins empatou no início do segundo tempo e Diego Souza garantiu a vitória, logo depois. O 'Gre-Nal da rodada' tem no placar, depois do primeiro jogo dos rivais, Grêmio com 48 pontos e Inter com 47. O time de Abel ficará com uma partida a mais que a equipe de Renato Gaúcho. O Bahia, com a derrota no Rio Grande do Sul, continua com 28 pontos e pode terminar a 28ª rodada na zona de rebaixamento — se o Vasco vencer o Atlético-GO nesta quinta-feira. QUEM FOI BEM: DIOGO BARBOSA E DIEGO SOUZA O lateral esquerdo fez belo cruzamento que terminou no primeiro gol do jogo e manteve bom nível durante todo o duelo. O centroavante resolveu a partida em forte cobrança de falta. QUEM DECEPCIONOU: GILBERTO É verdade que Gilberto marcou um golaço, anulado pelo VAR, mas logo depois o camisa 9 do Bahia teve chance clara e jogou para fora. O placar estava 1 a 0 para o Grêmio. VAR ANULA GOL Gilberto marcou um golaço, de fora da área, mas o lance foi anulado na revisão do VAR. O árbitro de vídeo viu o atacante impedido no início do lance. Nas redes sociais, o Bahia (e muita gente, que nem torce para o clube, também) questionou a decisão da arbitragem. VANDERSON FAZ PRIMEIRO GOL E CHORA Aos 19 anos, Vanderson fez o segundo jogo como profissional do Grêmio e marcou o primeiro gol. Depois da cabeçada, o lateral direito desabou no choro por tamanha emoção. Destaque na Copa São Paulo de 2020, o jovem já renovou contrato e é uma das apostas para 2021. GRÊMIO FAZ CAMINHO INVERSO O Grêmio começou bem e conseguiu o gol na esteira do domínio com e sem a bola. Agudo pelos lados e profundo pelo centro, o time criou mais de uma chance para balançar as redes. Mas depois de fazer 1 a 0, não conseguiu manter o controle. Em ritmo mais lento, ficou exposto defensivamente e no intervalo pôde, até, comemorar não ter levado o empate. BAHIA CRESCE AO LONGO DO JOGO O ritmo inicial não foi suficiente para fechar espaços do Grêmio e, principalmente, reagir. Mas na metade da etapa inicial o Bahia melhorou. Encontrou brechas pelo centro do campo com Daniel e Índio Ramírez. Gilberto, nos acréscimos da primeira etapa, perdeu gol incrível. JOGO ABERTO ATÉ O FINAL O empate do Bahia logo com dois minutos confirmou o equilíbrio, mas coube ao Grêmio saber lidar bem com o placar. A reação veio também na arrancada da etapa final e nem por isso o duelo ficou decisivo. As trocas mantiveram os dois times com fôlego e trocando ataques — com espaço e chances. GRÊMIO Grêmio: Vanderlei; Vanderson (Thaciano), Rodrigues, Kannemann e Diogo Barbosa; Matheus Henrique e Lucas Silva (Darlan); Alisson (Éverton), Jean Pyerre (Pinares) e Pepê; Diego Souza (Diego Churín). Técnico: Renato Gaúcho BAHIA Douglas Friedrich; Nino, Ernando, Anderson Martins e Matheus Bahia (Zeca); Ronaldo, Daniel, Ramon (Clayson) e Ruan Pablo Ramírez; Thiago (Rossi) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS) Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC) Auxiliares: Kléber Lúcio Gil (SC) e Johnny Barros de Oliveira (SC) VAR: Caio Max Augusto Vieira (RN) Cartões amarelos: Matheus Henrique, Vanderlei (GRE); Thiago, Ramon, Rossi, Gilberto (BAH) Gols: Vanderson, aos 17 minutos do primeiro tempo (GRE); Anderson Martins, aos 2 minutos do segundo tempo (BAH); Diego Souza, aos 9 minutos do segundo tempo (GRE)