Grêmio vacila no segundo tempo, mas vence o Deportes Iquique-CHI

A estreia do Grêmio na Arena pela Copa Libertadores 2017 foi com uma vitória nada tranquila. No primeiro tempo, o Tricolor de Porto Alegre manteve o controle do jogo e aplicou três gols. Mas, na segunda etapa, o Deportes Iquique-CHI aproveitou o relaxamento dos jogadores gremistas e fez dois, encostando no placar. Os gols foram marcados por Luan, duas vezes, e Miller Bolaños para o Grêmio. Rafael Caroca e Dávila descontaram para o Iquique-CHI. Essa foi a segunda vitória do Tricolor Gaúcho contra chilenos na competição.

Com a vitória, o Grêmio alcança seis pontos no Grupo 8 e é líder isolado. Já o Deportes Iquique-CHI cai para a lanterna, sem pontuar. Nessa quarta, Guaraní-PAR e Zamora-VEN fecham a segunda rodada do grupo.

Antes do início da partida, uma ausência foi confirmada. O zagueiro Pedro Geromel, com dores musculares, ficou de fora do jogo. O jogador Rafael Thyere formou dupla de zaga com Kannemann. Já o capitão Maicon, que era dúvida, iniciou entre os titulares.

O Deportes Iquique-CHI começou o jogo valorizando a posse de bola e trocando muitos passes. Aos poucos, o Grêmio foi apertando a marcação.

A primeira chegada forte do Tricolor foi aos 5 minutos de partida. Dentro da área, Ramiro recebeu de Miller Bolaños. O volante passou para o Léo Moura que fez um bonito corta luz para Pedro Rocha chegar batendo de primeira. O goleiro Bryan Cortéz fez boa defesa e mandou a bola para escanteio.

Com toques rápidos, o Grêmio tentava envolver a equipe do Iquique-CHI, mas pecava no último passe. Até que o Luan resolveu mudar isso. Aos 15 minutos, o atacante gremista recebeu de Miller na entrada da área e ao invés de devolver, Luan bateu bonito em curva. A bola encobriu o goleiro Cortéz e foi parar no fundo da rede. Um a zero para o Tricolor.

Depois do gol, começou o massacre do Grêmio. O segundo tento gremista veio aos 23 minutos. Léo Moura encontrou Luan passando livre entre os zagueiros. O atacante carregou a bola até ficar cara-a-cara com goleiro e deu uma cavadinha encobrindo o defensor. Segundo gol do Grêmio na partida.

Nem dois minutos depois, foi a vez do Pedro Rocha. O atacante recebeu belo passe de Miller Bolaños e arrancou livre em diagonal em direção ao gol, mas ao concluir o goleiro Cortéz pegou. No minuto seguinte, mais uma vez Pedro Rocha invadiu a área livre pela esquerda e só foi parado com falta. Pênalti para o Grêmio. Miller Bolaños pegou a bola e chamou a responsabilidade. Bola para um lado, goleiro para o outro. Terceiro gol gremista no jogo.

Antes do final da partida, Pedro Rocha perdeu mais uma chance clara de ampliar. Após lançamento de Ramiro, o atacante dominou, invadiu a área e concluiu forte para fora.

O Deportes Iquique-CHI se viu obrigado a voltar com modificações para o segundo tempo. O técnico Jaime Vera tirou Reynero e Diego Torres para a entrada de Riquero e Bielkiewecz. Com as trocas, o time chileno iniciou a segunda etapa pressionando. Em momento de perigo, o Iquique-CHI teve uma sequência de três escanteios seguidos para cobrar.

O Grêmio respondeu duas vezes com perigo. Primeiro com Luan, o atacante pifou Pedro Rocha, mas o goleiro Cortéz se adiantou e saiu na bola. Depois com Ramiro, o volante recebeu na esquerda perto da entrada da área e arriscou uma bomba. A bola passa com perigo sob o travessão do Tricolor.

O Grêmio parecia dominar o jogo com tranquilidade até que aos 15 minutos, a equipe chilena descontou. Em cobrança de escanteio, Caroca se adiantou, pulou livre e cabeceou com força. Sem chances para o goleiro Marcelo Grohe.

Com Thyere, o Tricolor tentou responder. O zagueiro carregou a bola da defesa até a entrada da grande área do adversário e trombou com o zagueiro. A bola sobrou para Pedro Rocha que chutou, mas a bola desviou e foi para linha de fundo.

Aos 22 minutos, o Iquique-CHI colocou fogo no jogo. Em tabela rápida dentro da área com Álvaro Ramos, o jogador Dávila recebeu livre de frente e fez o segundo gol do time chileno.

A tensão tomou conta dos 30 mil torcedores que apoiavam a equipe na Arena. O Grêmio não conseguia criar boas oportunidades. Em uma das poucas, aos 38 minutos, quase na meia lua da área, Luan recebeu de Fernandinho. O atacante ajeitou para o pé direito e bateu colocado. Cortéz pulou bonito para fazer boa defesa.

Quase no minuto final, Pedro Rocha driblou o marcador na área, concluiu em cima do goleiro e o zagueiro afastou.

O próximo confronto do Grêmio pela Libertadores é contra o Guaraní-PAR, no Estádio Rogelio Livieres, na quinta-feira da semana que vem, às 21h45 (de Brasília). Antes, o Tricolor de Porto Alegre joga a primeira partida da semifinal do Campeonato Gaúcho, contra o Novo Hamburgo, no domingo, na Arena, às 16h (de Brasília).

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 3 X 2 DEPORTES IQUIQUE-CHI

Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)

Data: 11 de abril de 2017, terça-feira

Horário: 21h45 (de Brasília)

Árbitro: Esteban Ostojich (URU)

Assistentes: Mauricio Espinosa (URU) e Miguel Nievas (URU)

Cartões amarelos: GRÊMIO: Marcelo Oliveira, Miller Bolaños, Ramiro. DEP.IQUIQUE: Hernan Lopez, Zenteno, Rafael Caroca, Thomás Charles, Bustamante.

Público: 30.343 (28.235 pagantes)

GOLS:

GRÊMIO: Luan, aos 15 e 23 minutos do 1T; Miller Bolaños, aos 27 minutos do 2T.

DEP. IQUIQUE: Rafael Caroca, aos 15, e Dávila, aos 22 minutos do 2T.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Rafael Thyere, Kannemann e Marcelo Oliveira; Maicon (Fernandinho), Ramiro e Léo Moura (Michel); Luan, Miller Bolaños (Lucas Barrios) e Pedro Rocha.

Técnico: Renato Portaluppi

DEPORTES IQUIQUE-CHI: Brayan Cortés; Enzo Guerrero, Hernán Lópes, Mauricio Zenteno, Charles; D’Ávila, Rafael Caroca, Gonzalo Bustamante; Reynero (Riquero), Diego Torres (Bielkiewecz); Álvaro Ramos.

Técnico: Jaime Vera.