Grêmio tenta antecipar compra de Orejuela e faz primeira oferta ao Cruzeiro - confira os números

Fabio Utz
·2 minuto de leitura

Muito emboora a negativa do Cruzeiro, o Grêmio fez o primeiro movimento junto ao clube mineiro na tentativa de antecipar a compra dos direitos econômicos do lateral-direito Orejuela, que no momento atua por empréstimo no Tricolor. Como apurado pelo portal Super Esportes, a ideia do Tricolor é pagar menos do que o previsto em contrato, mas de uma forma mais rápida.

O acordo entre as partes, firmado no início do ano, já aponta a opção de compra por parte do Tricolor. Está no papel que a mesma pode ser exercida com o repasse de 3,5 milhões de euros (R$ 23 milhões, na cotação atual), em 24 parcelas, por 50% dos direitos. Sabedor do momento financeiro da equipe mineira, a direção azul propôs o pagamento de 1,8 milhão de euros (cerca de R$ 12 milhões) em 12 vezes. Neste caso, o Grêmio ficaria com 45% do jogador.

Orejuela foi comprado pelo Cruzeiro, em 2019, por R$ 6 milhões. No entanto, o dinheiro não saiu dos cofres do clube, e sim de Pedro Lourenço, principal patrocinador da instituição, que passa por séria crise. Com a camisa celeste, entrou em campo 35 vezes e marcou dois gols, sendo um dos poucos destaques de uma temporada que terminou com o rebaixamento do clube. Em Porto Alegre, o jovem de 23 anos iniciou 2020 na reserva de Victor Ferraz, mas aos poucos conquistou espaço e hoje, para muitos, é titular incontestável. A Raposa, por meio do presidente Sérgio Santos Rodrigues, garante a inexistência da oferta.

Para mais notícias do Grêmio, clique aqui.

Para mais notícias do Cruzeiro, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.