Grêmio suporta pressão, bate o São Paulo e sai na frente na semifinal

Gabriel Santos
·5 minuto de leitura

O Grêmio venceu o São Paulo por 1 a 0, na Arena do Grêmio, pelo jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil, com gol de Diego Souza. Com o resultado, o Imortal vai com a vantagem do empate para a partida de volta, na próxima quarta-feira (30), às 21h30, no Morumbi. Qualquer vitória do São Paulo por um gol de diferença leva às penalidades.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

As duas equipes voltam a campo pela 27ª rodada do Brasileirão. O São Paulo enfrenta o Fluminense, às 21h, no próximo sábado (26), no Maracanã, enquanto o Grêmio encara o Atlético-GO, no domingo (27), às 20h30, em Porto Alegre.

Leia também:

JOGO COMEÇA NERVOSO E GRÊMIO TEM GOL ANULADO

Sabendo do grande peso da partida, Grêmio e São Paulo entraram em campo pilhados, com entradas duras e discussões de ambas as partes. Bruno Alves trombou com Diego Souza usando o cotovelo e acabou recebendo amarelo, aos sete minutos. Com muitas faltas marcadas, o jogo não andava.

Até que aos dez minutos, Pepê bateu falta na entrada da área, e Victor Ferraz desviou para marcar. Porém, Diego Souza, impedido, atrapalhou Tiago Volpi, interferindo na jogada. Por conta disso, o juiz anulou o gol por impedimento do atacante. Logo na sequência, Daniel Alves tabelou com Luciano e bateu de voleio de fora da área. A bola passou por cima do gol.

IMORTAL ASSUSTA E TRICOLOR DÁ A RESPOSTA

Com o gol anulado, o Grêmio continuou partindo para cima do São Paulo. Aos 14, Pepê recebeu a bola em profundidade na grande área, mas Volpi se antecipou e afastou na hora. Com essa chance, o jogo deu uma esfriada, como São Paulo errando muitos passes e o Grêmio assustando mais.

Com 33 minutos, Geromel ficou com a sobra na entrada da área, ajeitou para a direita e bateu por cima do gol, levando perigo. Na batida, o zagueiro gremista sentiu a coxa e precisou ser substituído. A primeira grande chance do Tricolor na partida aconteceu aos 37 minutos. Gabriel Sara tocou para Daniel Alves, que abriu para Juanfran. O lateral tocou por baixo, em profundidade, para Sara, que dominou e bateu rasteiro. Vanderlei encaixou.

Com as duas equipes tendo uma marcação muito forte, a primeira etapa foi sem grandes chances de gols, mas com muitas faltas e discussões.

SEGUNDO TEMPO COMEÇA E SÃO PAULO PERDE GRANDES CHANCES

Na volta do intervalo, as duas equipes partiram mais ao ataque, deixando de lado as faltas e erros de passes, características do primeiro tempo. Com isso, veio a chance mais clara do jogo até o momento: Aos dez minutos, após boa tabela, Daniel Alves recebeu na beirada da área e cruzou rasteiro para Brenner, com o gol aberto. Porém, o atacante não alcançou e perdeu grande chance.

E não parou por aí. Um minuto depois, Luciano fez uma bela jogada no campo de ataque, tabelou com Sara, Luan e Daniel Alves, e recebeu do camisa dez na grande área, cara a cara com Vanderlei. No entanto, o atacante chutou por cima do gol do Grêmio.

GRÊMIO APROVEITA E ABRE O PLACAR COM 'LEI DO EX'

Vendo o seu time tomar sufoco, Renato Gaúcho colocou o atacante Ferreira na vaga de Darlan. Na primeira jogada do jovem, o Grêmio abriu o placar aos 17. Ele fez boa jogada individual pela linha de fundo, passou pela marcação e cruzou na área. Volpi deu um tapa na bola, Pepê não conseguiu finalizar, e no bate-rebate, Diego Souza, de puxeta, mandou para o fundo da rede.

Com 23 minutos, Dani Alves fez falta em Pepê. Na cobrança, Jean Pyerre bateu colocado buscando o ângulo oposto de Volpi, que fez a ponte para tentar alcançar, mas não chegou na bola. Ela passou tirando tinta da trave são-paulina, levando bastante perigo.

TRICOLOR ESBARRA NA MARCAÇÃO GREMISTA, QUE ADMINISTRA

Encaixotado, o São Paulo não conseguia assustar a meta de Vanderlei. Diniz colocou Tchê Tchê e Vitor Bueno nas vagas de Luciano e Bruno Alves. No entanto, o Tricolor esbarrava nos erros de passes e a forte marcação gaúcha, que apostava nos contra-ataques com Pepê e Ferreira.

Aos 30, Brenner enfiou para Igor Gomes, mas errou a execução. Com 41 minutos, Daniel Alves abriu para Juanfran na direita, que avançou livre e cruzou rasteiro para trás. Ninguém chegou para finalizar, e a defesa do Grêmio afastou o perigo.

VANDERLEI SALVA O GRÊMIO NO ÚLTIMO LANCE

O São Paulo tentava o empate a qualquer custo e quase conseguiu aos 48 minutos. Juanfran chegou na linha de fundo e cruzou na cabeça de Brenner. O camisa 30 cabeceou, mas Vanderlei fez uma linda defesa e espalmou para escanteio. Final de jogo em Porto Alegre e vantagem do Grêmio na semifinal da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 0 SÃO PAULO
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data/Horário: 23 de dezembro de 2020 (quarta-feira), às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Michael Correia (RJ)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Gols: 1x0 (Diego Souza, aos 17'2ºT)
Cartões amarelos: Thaciano, Matheus Henrique e Vanderlei (Grêmio), Bruno Alves, Daniel Alves, Gabriel Sara e Reinaldo (São Paulo)
Cartões vermelhos: -

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel (Rodrigues, aos 34'1ºT), Kannemann e Diogo Barbosa; Matheus Henrique e Darlan (Ferreira, aos 16'2ºT); Thaciano (Lucas Silva, aos 16'2ºT), Jean Pyerre (Everton, aos 37'2ºT) e Pepê; Diego Souza (Churín, aos 37'2ºT). Técnico: Renato Portaluppi.

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves (Vitor Bueno, aos 28'2ºT), Arboleda e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Igor Gomes (Toró, aos 40'2ºT) e Gabriel Sara; Luciano (Tchê Tchê, aos 28'2ºT) e Brenner. Técnico: Fernando Diniz.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook e Twitter

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos