Grêmio promete "jogar como se estivesse em casa", mas vive dificuldades como visitante em 2019

Goal.com
Matheus Henrique promete "Grêmio jogando como se estivesse em casa" contra o Palmeiras. Porém, tem aproveitamento baixo fora de seus domínios no ano
Matheus Henrique promete "Grêmio jogando como se estivesse em casa" contra o Palmeiras. Porém, tem aproveitamento baixo fora de seus domínios no ano

O Grêmio entrará em campo na noite desta terça-feira (27) tentando a classificação para a semifinal da Copa Libertadores da América. Para isso, terá que fazer algo que tem sido difícil em 2019: vencer como visitante.

O Tricolor perdeu o jogo de ida por 1 a 0 em Porto Alegre e tem que bater o Palmeiras no Pacaembu para chegar à semifinal do torneio continental. E há quem acredite que o time de Renato Gaúcho terá o mesmo desempenho fora de casa, mesmo que não seja algo tão comum no ano.

"Olha, cada time tem a sua forma de jogar. Não querendo dizer que a forma do Palmeiras é a pior, nem que a do Grêmio é a melhor, cada treinador tem a sua filosofia. A gente vai procurar trabalhar e fazer o que o Renato sempre pede para a gente, que é não mudar o nosso estilo. A gente vai chegar amanhã e jogar da mesma forma, como se a gente estivesse dentro de casa", declarou.

Em 14 jogos como visitante nos três principais campeonatos do ano - Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores -, o Grêmio obteve quatro vitórias, seis empates e quatro derrotas. O aproveitamento é de 42,8% em jogos fora de seus domínios até aqui.

A principal conquista foi diante do Libertad (PAR), no jogo de volta das oitavas de final da Libertadores. Na ocasião, os gaúchos bateram os paraguaios por 3 a 0. No entanto, já haviam vencido em Porto Alegre por 2 a 0. Por outro lado, o time encontrou algumas dificuldades quando atuou fora. Diante do Juventude, pela Copa do Brasil, por exemplo, não saiu de um empate sem gols.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também