Mancini chega a acordo com o Grêmio, e América-MG anuncia a saída do treinador

·2 minuto de leitura


O América anunciou na noite desta quinta-feira (14) a saída de Vagner Mancini do comando da equipe mineira. O técnico acertou as bases contratuais com o Grêmio e deve ser oficializado nas próximas horas como o novo comandante da equipe gaúcha. A ideia é fechar contrato até o fim de 2022 e contar com o treinador imediatamente para tentar evitar a queda à segunda divisão. Atualmente, o clube ocupa a 19ª colocação do Campeonato Brasileiro com apenas 23 pontos em 26 jogos. A equipe volta a campo às 18h15 de domingo, contra o Juventude, rival direto na briga contra o descenso.

A crise gremista se intensificou com a saída de Felipão, demitido na última semana. E O nome de Mancini agrada a diretoria e aos jogadores. Denis Abrahão, novo vice-diretor de futebol do Grêmio, é quem está à frente das tratativas e fez a investida no treinador americano, que vem fazendo boa campanha pelo Coelho, atual 11º colocado, com 31 pontos.

O vice de futebol do Grêmio, Denis Abraão, ainda está disposto a fazer uma última investida por Roger Machado, mas a tendência é que o clube feche mesmo com Mancini.

A proposta do Grêmio incomodou a diretoria do América-MG a ponto do presidente do clube, Alencar da Silveira Júnior, se manifestar publicamente no Twitter, pedindo para o Tricolor não “encher o saco” do América e deixar Vagner Mancini no seu atual ambiente.

- Que coisa essa do Grêmio, Mancini está em um ambiente sadio, tranquilo, onde construímos uma família. Deixa a gente continuar trabalhando e vai encher o saco de outro-postou Alencar.

A diretoria do América se reuniu com Vagner Mancini após o retorno do time de Porto Alegre, onde o Coelho foi derrotado pelo Internacional por 3 a 1, pelo BRasileiro.

A conversa teve como pauta principal manter o treinador, que tem tido bons resultados na equipe e seguir com o trabalho para 2022, quando o América pode até jogar uma competição internacional, como a Copa Sul-Americana, além de cumprir a meta de ficar na elite nacional pelo segundo ano seguido.

Vagner Mancini chegou ao América em junho deste ano, para o lugar de Lisca, e tinha contrato até o fim deste ano. Ele comandou o time em 21 jogos, com sete vitórias, nove empates e cinco derrotas, um aproveitamento de 48%.

Com o treinador, o Coelho reagiu no Brasileiro, conseguindo tirar o time da zona de rebaixamento e deixar o América em 11° no campeonato, com 31 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos