Grêmio goleia o rebaixado Botafogo e sonha com o G4 do Brasileirão

LANCE!
·4 minuto de leitura


Uma partida agitada marcou a noite de segunda-feira. No Estádio Nilton Santos, o Grêmio aplicou uma goleada por 5 a 2 sobre o Botafogo, em jogo válido pela 35ª rodada, e voltou a sonhar com o G4 da competição. Alisson, Jean Pyerre, Churín e Matheus Henrique (duas vezes) marcaram para o Tricolor, enquanto Rafael Navarro e Matheus Babi descontaram para o Alvinegro.

O resultado é importante para a equipe comandada por Renato Portaluppi, que chega a 56 pontos e, agora, é o sexto colocado na classificação. A diferença para o São Paulo, na 4ª posição, é de dois pontos. O Tricolor ainda sonha com uma vaga direta na fase de grupos para a próxima Taça Libertadores.

Para o Botafogo, o resultado não faz tanta diferença em termos de futuro na competição. Já rebaixado para a segunda divisão, o Alvinegro permanece com 24 pontos e é o último colocado.

QUEM NÃO FAZ...
Sem pressão e com oito jogadores criados nas categorias de base, o Botafogo iniciou a partida a mil. Pressão no campo ofensivo, jogadores pisando na área e velocidade nos ataques. A equipe comandada por Lúcio Flávio teve três boas chances de gol com menos de dez minutos, mas sem sucesso.

Futebol, porém, é bola na rede. Bastou um ataque do Grêmio para o placar ser inaugurado. Em rápida troca de passes do ataque tricolor, a defesa do Botafogo ficou perdida e Alisson entrou cara a cara com Diego Loureiro. O meia teve apenas o trabalho de deslocar o goleiro e sair para o abraço.

FLASHBACK
Ainda quando era um jogador que estava saindo das categorias de base e buscando espaço de vez no time profissional, em 2019, Jean Pyerre marcou um gol de falta diante do Botafogo no mesmo Estádio Nilton Santos.

Em 2021, a história se repetiu. Agora vestindo a camisa 10 e sendo uma das referências técnicas da equipe, o meio-campista foi o responsável por dobrar a vantagem do Grêmio diante do Botafogo... de falta. O meia aproveitou a barreira mal montada e, com um chute de curva, balançou as redes.

SEGUNDO TEMPO DE EMOÇÕES
O Grêmio não pisou no freio no começo da etapa complementar. Após rebote de uma defesa de Diego Loureiro, Pepê dominou na pequena da área, mas foi derrubado por Romildo. Após checagem no VAR, o pênalti foi marcado. Na cobrança, Churín deslocou o goleiro e deu números de goleada para o Grêmio.

No ataque seguinte, o Botafogo criou uma boa trama e Romildo deu um passe em profundidade para Rafael Navarro, que venceu na corrida da defesa do Grêmio e marcou na saída de Paulo Victor, diminuindo para o Alvinegro.

VIROU GOLEADA
Com a saída de Alisson, o jogo do Grêmio começou a ser municiado por Matheus Henrique. O jovem passou a ditar o ritmo das jogadas do Grêmio e conseguiu sair como artilheiro: em um intervalo de cinco minutos, marcou dois gols.

No primeiro, aproveitou trama com Pepê para finalizar forte, de fora da área, acertando o ângulo de Diego Loureiro. Pouco tempo depois, tabelou com Isaque e, antes de a bola entrar, ainda contou com um desvio em Kanu para sair para o abraço.

BOTAFOGO DIMINUI
Mesmo com um placar completamente adverso, o Botafogo não abriu mão de atacar. Ainda assim, conseguiu diminuir o placar: após cruzamento de Kevin, Matheus Babi subiu mais alto que Paulo Miranda e cabeceou para o fundo das redes. Desta forma, uma partida agitada deu fim para a noite de segunda-feira no Estádio Nilton Santos.

PRÓXIMOS JOGOS
O Botafogo volta aos gramados no próximo sábado para enfrentar o Goiás na Serrinha, às 17h, em partida que pode ter influência na briga contra o rebaixamento. O Grêmio jogará no domingo diante do São Paulo, às 20h30, na Arena, em duelo direto pelos interesses nas vagas diretas na Taça Libertadores.


FICHA TÉCNICA
Botafogo 2x5 Grêmio

Data-Hora: 08/02/2021, às 20h
Estádio: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro
Árbitro: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Assistentes: Henrique Neu Ribeiro (SC) e Johnny Barros de Oliveira (SC)
VAR: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Gramado: Bom

Gols: Alisson (0-1, 7'/1ºT), Jean Pyerre (0-2, 17'/1ºT), Diego Churín (0-3, 8'/2ºT), Rafael Navarro (1-3, 10'/2ºT), Matheus Henrique (1-4, 29'/2ºT), Matheus Henrique (1-5, 32'/2ºT), Matheus Babi (2-5, 36'/2ºT)

BOTAFOGO: Diego Loureiro; Kevin, Kanu, Sousa, Hugo (Marcelo Benevenuto 38'/2ºT); José Welison (Kayque/Intervalo), Romildo (Matheus Babi 14'/2ºT), Caio Alexandre; Matheus Nascimento, Rafael Navarro (Lecaros 23'/2ºT), Cesinha (Warley 38'/2ºT). Técnico: Lúcio Flávio.

GRÊMIO: Paulo Victor; Vanderson (Ferreira 24'/2T), Paulo Miranda, David Braz, Cortez; Maicon (Lucas Silva 11'/2ºT), Matheus Henrique (Thaciano 33'/2ºT); Alisson (Rodrigues 33'/2ºT), Jean Pyerre, Pepê; Diego Churín (Isaque 24'/2ºT). Técnico: Renato Portaluppi.