Grêmio faz treino aberto, mas Renato esconde time do Gre-Nal

O último treino do Grêmio antes do clássico contra o Internacional, que ocorre neste sábado, às 18h30 (de Brasília), pelo Campeonato Gaúcho não teve mistério. Ao contrário do rival, que optou por fechar às atividades na véspera do confronto, o Tricolor permitiu normalmente a participação da imprensa nos trabalhos desta sexta-feira, na Arena. O único suspense fica por conta do time titular, que será revelado por Renato Portaluppi apenas instantes antes do jogo.

“Na minha cabeça eu não teria dúvida nenhuma. Na minha cabeça o time está pronto, treinamos tudo o que poderíamos ter treinado, todas as situações, então o time está bem treinado. Agora é chegar lá e executar. O time que entrará em campo só será divulgado 45 minutos antes do jogo”, explicou o treinador.

 

 

Nesta sexta, Renato Gaúcho abriu os trabalhos com um descontraído rachão, supervisionado por ele e pelo auxiliar Alexandre Mendes. Depois, os jogadores fizeram um treinamento de cobranças de faltas e de pênaltis. A grande novidade do dia foi a presença do volante e capitão Maicon, que ficou de fora da atividade de quinta-feira por causa de um desconforto muscular e pode começar atuando no Gre-Nal.

Por outro lado, o comandante tricolor não poderá contar com o lateral direito Edílson que, apesar de estar recuperado de lesão, ainda não tem condições físicas de jogar. Recém-chegado ao time, o atacante paraguaio Lucas Barrios já está regularizado, mas não tem garantias de que será titular. Pedro Rocha pode permanecer na equipe.

“Espero que a gente faça uma grande partida. É um clássico, a gente sabe da importância e do significado de um Gre-Nal. Espero que, acima de tudo, minha equipe se comporte bem em todos os sentidos e que a gente consiga atingir o nosso objetivo que é somar os três pontos”, concluiu Renato Gaúcho.