Grêmio e Internacional suspendem treinos após decreto do governo

Folhapress

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após o anúncio, feito no último sábado (9) pelo governo do Rio Grande do Sul, que proíbe o funcionamento de clubes esportivos em Porto Alegre, Grêmio e Internacional cancelaram seus treinos programados para esta segunda-feira (11).

Os rivais haviam retomado os trabalhos no início da semana passada seguindo um protocolo de cuidados para o retorno às atividades, com medidas como a medição da temperatura dos atletas e a testagem do elenco para identificar possíveis casos de Covid-19, além do uso de máscaras nas dependências do centro de treinamento do clube.

O decreto do governador Eduardo Leite, porém, forçou a interrupção dos planos da dupla Gre-Nal.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

As diretorias de Grêmio e Inter se reunirão nesta segunda para rediscutir o planejamento de treinos.

O governo do Rio Grande do Sul dividiu o estado em 20 regiões de observação. Cada região é identificada com uma bandeira colorida, que determinada o nível de atenção e as medidas a serem tomadas para tentar controlar a pandemia do novo coronavírus.

No caso de Porto Alegre, a capital recebeu "bandeira laranja", que significa risco médio na escala estabelecida pelas autoridades gaúchas. A cor determina, por exemplo, o fechamento temporário de clubes esportivos.

"O decreto é sobre funcionamento do clube esportivo, e o funcionamento estará vedado nestas condições. Na bandeira laranja, a determinação é que se suspenda as atividades em clubes esportivos. Só podendo funcionar na bandeira amarela, o que deverá acarretar a suspensão das atividades dos treinos nos clubes esportivos", disse o governador Eduardo Leite, no sábado.

Com base nos dados do Ministério da Saúde, o Rio Grande do Sul tinha até a tarde deste domingo (10) 2.542 casos confirmados de Covid-19, com 97 mortes.

Leia também