Grêmio e Cruzeiro voltam a conversar sobre a venda de Orejuela

Valinor Conteúdo
·2 minuto de leitura


O Grêmio retomou as conversas com o Cruzeiro para ter de volta o lateral-direito Orejuela, que defendeu a equipe gaúcha em 2020. Após um atrito entre os clubes, com o Tricolor acusando a Raposa de recuar na hora de fecharem negócio no fim do ano passado, as arestas estão sendo aparadas.

O pedido para que as negociações fossem retomadas teria partido de Renato Gaúcho, que sempre contou com Orejuela no grupo gremista, revezando como titular com Victor Ferraz. O reinício do negócio foi revelado pelo Ge e confirmado pelo L!.

Orejuela foi emprestado pelo Cruzeiro ao Grêmio em 2020 por 150 mil euros. O Tricolor poderia comprar 50% dos direitos econômicos que pertencem à Raposa. O valor da compra girava em torno de 2,85 milhões de euros que seriam parcelados pelo time gaúcho. Orejuela tem ainda contrato com o Cruzeiro, com vínculo até o fim de 2022. Flamengo e Sporting-POR sondaram o jogador e até o Atlético-MG mostrou interesse, mas nenhum negócio evoluiu.

CONFIRA COMO ESTÁ A BRIGA PELO TÍTULO E CONTRA O Z4 NA SÉRIE A

Orejuela está no Cruzeiro desde 2019, quando veio emprestado Ajax-HOL. Com as boas atuações, ele foi adquirido em definitivo com a ajuda de um patrocinador. Mas, como a Raposa foi rebaixada, ele ficou fora do teto salarial do clube para 2020, sendo repassado ao Grêmio.

Atrito entre as diretorias

A venda do colombiano, de 23 anos, para o Grêmio, estava bem encaminhada, mas o negócio “melou” no início de janeiro. O valor original pedido pelo Cruzeiro era de R$ 21 milhões, mas um “desconto” seria dado ao time gremista para concluir a negociação e os mineiros terem uma receita extra em seu caixa.


-Dia 11 de dezembro nós recebemos a comunicação do Cruzeiro dando confirmação de toda negociação. Acertamos o salário do jogador, renovação de seu contrato, que no primeiro momento teve prorrogação de dois meses para o Cruzeiro acertar sua situação com clube europeu que detém 50% dos direitos econômicos do jogador(Ajax-HOL). Mas no dia 31 fomos surpreendidos como a situação que alterava completamente as cláusulas da nossa negociação. Por conta disso achamos uma situação bastante desconfortável depois de termos acertado e me pareceu intransponível. Por consequência disso, o negócio foi desfeito por iniciativa do Cruzeiro. Eu lamento muito, gostávamos muito desse jogador — explicou o presidente Romildo Bolzan Júnior em entrevista para a RBS TV, do Rio Grande do Sul.

Orejuela voltou ao Cruzeiro e concluiu tratamento de uma lesão muscular na coxa esquerda . A Raposa deseja muito fazer a venda para gerar caixa e amenizar um pouco suas dificuldades em ter a folha salarial em dia.