Grêmio derrota Athletico-PR e encaminha vaga para a final da Copa do Brasil

Gazeta Press


André marcou o primeiro gol do Grêmio na vitória contra o Athletico-PR (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O Grêmio venceu nesta quarta-feira o Athletico-PR por 2 a 0 na Arena, pela primeira partida da semifinal da Copa do Brasil. Numa atuação consistente e segura, o Tricolor Gaúcho ainda poderia ter derrotado os paranaenses por mais gols. André e Jean Pyerre fizeram os tentos gremistas.

Dessa forma, o Grêmio tem a vantagem de jogar pelo empate ou derrota de um gol. Caso o Athletico-PR devolva a diferença por dois gols, a decisão da vaga será nas penalidades. Se confirmar a classificação, o Tricolor Gaúcho estará pela nona vez em uma final do torneio.

A partida de volta está marcada para o dia 4 de setembro, quarta-feira, às 19h (de Brasília), na Arena da Baixada. Pelo Brasileiro, o Grêmio recebe no sábado o Palmeiras, às 21h (de Brasília), na Arena. No mesmo dia, o Athletico-PR pega o Atlético-MG, às 19h (de Brasília), na Arena da Baixada.


O Jogo – Empurrados por seus torcedores, os donos da casa procuraram tomar a iniciativa da partida. Já os visitantes apostaram nas jogadas de contra-ataque. Aos cinco minutos, Bruno Cortez chutou de longe e a bola não foi forte, mas bem colocada. Santos fez uma defesa segura.

Numa bela jogada de contra-ataque criada pela esquerda, aos 23, Everton cruzou na cabeça de André, que tocou para o fundo das redes. Aos 28, em três passes a partir de Santos, o Athletico chegou com Rony dentro da área, que bateu cruzado. A bola foi fraca e um pouco longe do gol. Após marcar o tento, o Grêmio cresceu de rendimento na partida. Aos 29, André recebeu a bola na entrada da área e arrumou para Maicon, que chutou com força. A bola foi rasteira e no lado esquerdo do goleiro Santos, que fez uma defesa tranquila.

Depois de fazer uma falta em Rony, aos 35, o atacante Everton levou amarelo e desfalcará o Tricolor Gaúcho na segunda partida da semifinal da Copa do Brasil. O confronto esquentou com entradas ríspidas de ambos os times. Aos 41, numa tabela pela esquerda, Cirino fez passe para Marco Ruben, recebeu na área e chutou com força. A bola subiu e foi pela linha de fundo.

No retorno para o segundo tempo, o Athletico-PR se lançou para o ataque. Já o Grêmio se posicionou na defesa e tentou especular jogadas de velocidade com Everton. Aos seis, após um lançamento longo de Kannemann para Alisson na entrada da área, o camisa 23 arrumou para a chegada de Everton por trás. Mas o chute foi para fora, sem direção.

Sem a mesma facilidade do primeiro tempo, os comandados de Renato Gaúcho mostraram problemas no setor de criação do meio-campo. Aos 19, André recebeu a bola na frente da marcação, entrou na área, perdeu um pouco da passada e caiu quando Santos estava no chão para a defesa. Os jogadores gremistas reclamaram de penalidade, mas a arbitragem mandou o jogo seguir.

Passado mais de 20 minutos da etapa final, o Grêmio não criou uma grande oportunidade para ampliar o placar. Por outro lado, o Athletico-PR tentou atacar, mas sem nenhuma objetividade. Foi através da bola parada que os gremistas chegaram ao segundo tento. Aos 26, na cobrança de falta direta, a bola passou pela barreira e acabou morrendo no canto esquerdo do goleiro Santos.

Aos 29, Alisson recebeu a bola ainda no campo defensivo, avançou em velocidade, com controle da bola, entrou na área, cortou a zaga e bateu no canto esquerdo. A bola passou muito perto da trave de Santos.

Em uma chegada esporádica, aos 35, Rony avançou bem pela esquerda, se livrou da marcação e chutou a bola com efeito, mandando perto do travessão de Paulo Victor. Na busca de diminuir o prejuízo, o Furacão avançou as suas linha ofensivas. Os atletas do Grêmio nos últimos minutos trataram de administrar a vantagem e conquistaram o importante triunfo.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 2 X 0 ATHLETICO-PR

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre-RS

Data:  14 de agosto (quarta-feira)

Horário: 21h30(de Brasília)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (Fifa-RJ).

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ).

Renda: R$ 1.931.786,00

Público Total: 43.280

Cartão amarelo: kannemann, Everton (Grêmio), Rony, Léo Pereira (Athletico-PR)

Gols: André (Grêmio), aos 23 minutos do primeiro tempo e Jean Pyerre (Grêmio), aos 26 minutos do segundo tempo.

Grêmio: Paulo Victor, Léo Gomes, Geromel, Kannemann e Cortez, Maicon (Luan) , Matheus Henrique, Jean Pyerre (Thaciano) e Alisson, Everton e André (Diego Tardelli).

Técnico: Renato Portaluppi

Athletico-PR: Santos; Jonathan, Lucas Halter, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington; Bruno Guimarães e Lucho (Bruno Nazário); Marcelo Cirino (Vitinho), Marco Ruben (Nikão) e Rony.

Técnico: Tiago Nunes


Leia também