Grêmio coloca à prova favoritismo na Libertadores sobre Zamora

Jogadores do Grêmio comemoram vitória na Copa do Brasil, em Porto Alegre, em 7 de dezembro de 2016

O Grêmio buscará validar seu habitual favoritismo na Copa Libertadores nesta quinta-feira, em sua visita ao Zamora FC, tradicional clube venezuelano, na estreia de ambos os clubes no grupo 8 da competição.

Dois títulos e dois vices da Libertadores colocam o Tricolor gaúcho mais uma vez na lista de candidatos à conquista do troféu continental, em uma chave que conta também com a presença do paraguaio Guaraní e do chileno Deportes Iquique.

Na primeira partida do grupo, o Guaraní venceu por 1 a 0 em casa o Deportes Iquique.

"A Libertadores é muito forte, mas já provamos que temos condições de alcançar conquistas importantes. Entramos para vencer", declarou Marcelo Oliveira, o veloz lateral-esquerdo do clube gaúcho.

Marcelo, de 29 anos, é um dos jogadores mais experientes do Grêmio. "São os detalhes que ajudam a fazer uma boa campanha", continuou.

Lá na frente, as esperanças estarão depositadas na contratação de maior destaque do clube para esta temporada: o atacante paraguaio Lucas Barrios.

Barrios, que teve grande sucesso em clubes como o chileno Colo Colo e o alemão Borussia Dortmund, além da seleção paraguaia, teve passagem apagada pelo Palmeiras nos últimos dois anos. Sua estreia com o Tricolor de Porto Alegre foi justamente no clássico contra o Internacional, que terminou 2 a 2.

O técnico Renato Gaúcho terá uma dúvida para escalar sua equipe: o volante Maicon, que sofre com problemas musculares e tem presença indefinida.

- Equipe remontada -

Zamora, atual campeão venezuelana, encara a Libertadores com a confiança de ter dominado com autoridade seu campeonato local nos últimos anos.

O clube foi campeão venezuelano em três das últimas quatro temporadas. Este sucesso tornou o time um acostumado da Libertadores, apesar da ausência na temporada passada.

"Temos uma gama de jogadores importantes que te dão tranquilidade", declarou o técnico do time, Francesco Stifano.

O treinador precisou remontar a equipe, depois de perder na janela de transferência algumas peças-chave: Yeferson Soteldo, Pedro Ramírez e Richard Blanco.

Para suprir esses desfalques importantes no meio de campo, chegaram jogadores como Ángelo Peña e o peruano Reimond Manco, que atua na seleção peruana.

Também chegou o atacante Juan Falcón, após uma passagem apagada pelo colombiano Independiente Santa Fe, mas as lesões limitaram suas aparições nesta temporada.

O Zamora, porém, não tem bom retrospecto contra brasileiros na Libertadores, com duas derrotas para o Fluminense em 2012 e outras duas diante do Atlético Mineiro, em 2014.

A partida está prevista para começar as 19h30, horário de Brasília, e será apitado pelo trio argentino, formado pelo árbitro Dário Herrera e os auxiliares Hernán Maidana e Cristian Navarro.

- Prováveis escalações:

Zamora FC: Carlos Salazar; Ángel Faría, René Flores, Ezequiel Filippetto, Luis Ovalle; Luis Vargas, Luis Melo; Angelo Peña, Reimond Manco; Ricardo Clarke e César Martínez. Técnico: Francesco Stifano.

Grêmio: Marcelo Grohe; Edilson, Pedro Geromel, Kannemann, Marcelo Oliveira; Jaílson, Maicon, Ramiro, Miller Bolaños, Luan e Lucas Moura. Técnico: Renato Gaúcho.