Grêmio busca empate contra Guaraní e segue líder na Libertadores

O atacante Pedro Rocha comemora o gol do Grêmio no empate c om o Guarani do Paraguai

O Grêmio, com um jogador a menos durante os últimos 30 minutos de jogo, arrancou um empate em 1 a 1 com o Guaraní, nesta quinta-feira em Assunção, e se manteve na liderança do Grupo 8 da Copa Libertadores, empatado em pontos com o adversário da noite.

Após a expulsão de Michel, expulso aos 16 minutos do segundo tempo, o Guaraní pressionou em busca da vitória e abriu o placar aos 27 com Rodrigo López de cabeça. O Tricolor gaúcho correu atrás do prejuízo e conseguiu somar um importante ponto aos 34 com Pedro Rocha.

Com o resultado, Grêmio e Guaraní se mantêm na liderança do Grupo 8 da Libertadores com 7 pontos, empatados até no saldo de gol (+3). A terceira colocação pertence ao chileno Deportes Iquique, com 3 pontos, que na quarta-feira goleou por 4 a 1 o Zamora, da Venezuela, lanternina e que ainda não pontuou.

Os dois líderes voltam a se enfrentar e disputar o primeiro lugar da chave na próxima quinta-feira, desta vez em Porto Alegre. Dois dias antes, o Iquique recebe o Zamora no Chile.

- Grêmio se defende -

Surpreendentemente, o técnico Renato Gaúcho resolveu entrar em campo contra seu principal adversário pelo 1º lugar da chave com um time todo reserva, priorizando as semifinais do Campeonato Gaúcho, neste fim de semana.

Sem seus principais jogadores, como Luan e Bolaños, era de se imaginar que o Grêmio ficaria satisfeito em voltar para Porto Alegre com um 0 a 0 na bagagem. Não foi isso que aconteceu.

Nos primeiros minutos, a equipe reserva do Tricolor quis mostrar serviço ao técnico e, com muita intensidade, forte marcação e transições defesa-ataque rápidas, assustou diversas vezes o gol do Guaraní.

Nos primeiros cinco minutos de jogo, o paraguaio Lucas Barrios teve duas oportunidades claras de abrir o placar para o Grêmio.

Na primeira, o atacante apareceu livre na área em cobrança de escanteio para cabecear, mas mandou a bola para fora. No ataque seguinte, aproveitou rebote de chute de Fernandinho e mandou em cima do goleiro Aguilar.

Após os sustos iniciais, o time paraguaio se recompôs e começou a encontrar espaços pelas laterias.

Aos 18, o Guaraní teve motivos para reclamar. Novick recebeu na área do Grêmio e foi derrubado por Thyere. O juiz não marcou pênalti.

Aos 25, o próprio Novick chegou a balançar as redes, mas estava impedido e, desta vez, o árbitro acertou ao anular o lance.

- Time copeiro -

No segundo tempo, com a chuva, chegou também um jogo mais pegado e físico no Defensores del Chaco e, aos 16, Michel perdeu a cabeça ao deixar o braço em Novick, o que lhe rendeu um segundo cartão amarelo e a expulsão.

Com um jogador a mais, o Guaraní sentiu a obrigação e a oportunidade de buscar a vitória.

Para fortalecer o ataque do time paraguaio, o técnico Daniel Guarnero colocou em campo o centroavante Rodrigo López e o grandalhão não demorou para fazer a diferença.

Aos 25, Palau recebeu lançamento longo por cima da zaga do Grêmio e cruzou de primeira, sem deixar a bola cair, na cabeça de López, que só empurrou para o gol tricolor. Festa paraguaia em Assunção.

Vendo seu time acuado em campo, Renato Gaúcho colocou seu único habitual titular que estava no banco, o atacante Pedro Rocha, herói da conquista da Copa do Brasil no ano passado.

Aos 34, o veloz jogador recebeu ótimo passe de Arthur e, de primeira, tirou do goleiro e empatou o jogo.

Dois minutos depois, Pedro Rocha apareceu novamente na área paraguaia, ganhou a dividida do marcador e encobriu o goleiro com um toquinho. A bola foi caprichosamente bater na trave.

Nos minutos finais, o Grêmio precisou mostrar todo seu DNA copeiro para segurar a pressão paraguaia. Mesmo assim, precisou contar com a sorte para não voltar para Porto Alegre com uma derrota.

No último lance do jogo, um escanteio para o Guaraní resultou em Palau recebendo a bola sozinho na pequena área cara a cara com Grohe, que fez linda defesa. No rebote, Rolón teve o gol aberto para dar a vitória ao time paraguaio, mas isolou a bola.