Grêmio acerta ao contratar Diego Cerri e devolve ar profissional ao principal departamento do clube

·1 minuto de leitura

O Grêmio precisava, sim, de um novo executivo de futebol. A tentativa frustrada de dar ao CEO Carlos Amodeo esta função no principal departamento do clube não tinha nenhuma conexão com a realidade exigida. Por isso, a contratação de Diego Cerri é certeira.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Além de completar a estrutura diretiva do Tricolor, o profissional tem a oportunidade de mostrar serviço, dessa vez, em um time gigante. Seu passado no RB Brasil, no Ceará e, mais recentemente, no Bahia, dá a ele bagagem suficiente para assumir esse cargo. No mínimo, é possível enxergar que, em suas equipes anteriores, ficou uma estrutura e um trabalho de conceitos.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Acertar ou errar faz parte, mas o sucesso fica muito mais próximo de se alcançar quando é buscado por pessoas do ramo. E Cerri parece ser. Nada contra, por exemplo, a figura de Klauss Câmara, último executivo de fato a atuar no Grêmio e que foi demitido ao longo de 2020. Porém, não deixou legado algum e teve grandes dificuldades para lidar com a grandeza do Grêmio. Cerri pode enfrentar os mesmos problemas? Pode. Mas, ao menos dessa vez, a escolha do nome tem fundamento.

Para mais notícias do Grêmio, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos