Grêmio é melhor, vence e acaba com boa sequência do Fluminense no Brasileirão

Luiza Sá
·3 minuto de leitura


Na disputa de duas equipes que defendiam invencibilidades longas, melhor para o Grêmio. Neste domingo, o Tricolor Gaúcho, mesmo poupando jogadores, teve melhor atuação e bateu um Fluminense pouco inspirado por 1 a 0, no Maracanã. Esta foi a quinta vitória consecutiva do time de Renato Gaúcho, que contou com gol de Pepê ainda no primeiro tempo. A partida foi válida pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Flu cai para a quinta posição na tabela, com 32 pontos, perdendo a chance de terminar a rodada em terceiro. No próximo fim de semana, o Tricolor encara o Palmeiras, no sábado, fora de casa. Já o Grêmio fica com 27 pontos em oitavo. Na quarta-feira, os gaúchos visitam o Cuiabá, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

MORNO, MAS COM GOL

Foi um primeiro tempo de poucas emoções no Maracanã e com apenas duas oportunidades mais perigosas antes do gol dos visitantes. A primeira foi aos 11 minutos. Usando bastante o lado direito para chegar à frente, o Grêmio teve ótima chance com Churín, titular pela primeira vez, que cabeceou na trave. O Fluminense só foi dar algum trabalho aos 25, com chute forte de Hudson. No entanto, foi no contra-ataque que o time de Renato Gaúcho abriu a contagem. Aos 27, Churín recebeu na área e cruzou rasteiro para Pepê passar sem dificuldades pela defesa e empurrar para o fundo da rede.

FLU SEM CRIAÇÃO

Sem Nenê, ainda em transição após lesão, Odair Hellmann optou por sacar Ganso, titular na rodada passada, e jogar com Michel Araújo mais recuado. A escolha, porém, não trouxe resultados. Com os pontas ajudando bastante na marcação e aparecendo pouco, Fred precisou se movimentar mais e as melhores chances saíram com Hudson e Dodi. Se o Flu era melhor, depois do gol o Grêmio equilibrou e subiu de produção.

SEM CHEGAR

O Fluminense teve ainda mais posse de bola no segundo tempo, mas iniciou com ritmo mais lento após as entradas de Ganso e Marcos Paulo. Odair tentou corrigir aos 15 minutos apostando em Luiz Henrique e Felippe Cardoso, mas a produção ofensiva foi praticamente inexistente. Do lado do Grêmio, a proposta foi explorar de vez os contra-ataques e os espaços dados pelo Flu, principalmente pelo lado direito. Mesmo já vencendo, foi o time gaúcho quem criou boas chances, com Churín chutando uma bola no travessão, Luiz Fernando e Ferreira, ambos exigindo ações de Muriel.

NADA FEITO

A posse de bola permaneceu maior para o Fluminense até o final, mas nada que levasse o mínimo de perigo ao Grêmio. Os cariocas, inclusive, deram a primeira finalização no segundo tempo apenas aos 36 minutos, com Felippe Cardoso. Já os comandados de Renato Gaúcho apareceram melhor no jogo e só não mataram a partida por intervenções de Muriel.

FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE X GRÊMIO

Data/Hora:
08/11/2020, às 20h30
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitra: Edina Alves Batista (FIFA - SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)
Árbitro de vídeo: Marcio Henrique de Gois (SP)

Gols: Pepê (27'/1ºT) (0-1)
Cartões amarelos: Diogo Barbosa (GRE)
Cartões vermelhos: -

FLUMINENSE: Muriel; Igor Julião, Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos; Dodi, Hudson (Lucca - 41'/2ºT) e Michel Araújo (Ganso - intervalo); Caio Paulista (Marcos Paulo - intervalo), Wellington Silva (Luiz Henrique - 15/'2ºT) e Fred (Felippe Cardoso - 15/'2ºT). Técnico: Odair Hellmann.

GRÊMIO: Paulo Victor; Orejuela, David Braz, Rodrigues e Diogo Barbosa; Matheus Henrique, Darlan (Paulo Miranda - 40'/2ºT), Jean Pyerre (Isaque - 32'/2ºT), Luiz Fernando (Thaciano - 32'/2ºT) e Pepê (Everton - intervalo); Diego Churín (Ferreira - 19/'2ºT). Técnico: Renato Portaluppi.