Goycochea relembra classificação da Argentina contra Brasil na Copa de 90

LANCE!
·1 minuto de leitura


O convidado do Resenha ESPN desta semana é a lenda da seleção Argentina, Sérgio Goycochea. No programa apresentado por André Plihal, com participações de Silas, Alex e Djalminha, que será destaque no canal ESPN Brasil na sexta-feira, às 22h, o ex-goleiro falou sobre o confronto com o Brasil na Copa do Mundo de 1990.

Bicampeão da América com a seleção Argentina em 1991 e 1993 e campeão da Libertadores e do Mundial com o River Plate, Goycochea ganhou fama com sua atuação na Copa de 1990, em que se destacou como pegador de pênaltis.

No Resenha ESPN, Goycochea falou que a Argentina de Maradona, até então atual campeã do mundo, encontrou muitas dificuldades no jogo contra o Brasil nas oitavas de final da Copa de 90. A vitória por 1 a 0 dos hermanos ocorreu após grande jogada de Maradona que culminou com belo gol de Caniggia, nos minutos finais do confronto.

- O Brasil vinha de uma fase de grupos muito boa. Assim, é por isso que o futebol é maravilhoso: o Brasil deveria ter ganhado aquela partida. Essa é a realidade, em um contexto normal, era uma partida de três gols de diferença - comentou o ex-goleiro, que completou:

- Entramos no vestiário no intervalo e parecia que tinha morrido alguém. Não conhecemos a outra metade do campo, o outro lado. A primeira vez que pisamos no outro lado foi no segundo tempo - afirmou.

Com a vitória improvável, a Argentina eliminou o Brasil. A seleção de Maradona e Goycochea chegaria então até a final da competição, perdendo o título para a Alemanha.