Governo uruguaio autoriza 100% de público na final da Libertadores

·2 min de leitura
Vista do estádio Centenário, palco da final da Copa Libertadores Feminina e Masculina de 2021 e da Sul-americana. A Libertadores masculina será disputada com capacidade máxima de público (AFP/Raul MARTINEZ)

O governo uruguaio liberou 100% da capacidade para eventos esportivos ao ar livre para vacinados contra covid-19 a partir do próximo domingo, para que a final da Copa Libertadores seja disputada com o estádio cheio.

"As finais da Libertadores (masculina e feminina) serão com 100% da lotação, com espectadores vacinados", anunciou nesta terça-feira o secretário da Presidência, Álvaro Delgado, em entrevista coletiva realizada em conjunto com autoridades do esporte e do turismo, por ocasião das três finais da Conmebol que serão disputadas em Montevidéu.

Delgado afirmou que "nos próximos dias o Uruguai viverá um momento histórico único e sem precedentes", devido aos três eventos que atrairão a atenção mundial.

Neste final de semana acontecerão as duas primeiras partidas tão esperadas: no sábado será disputada a final da Copa Sul-Americana entre Athletico-PR e Red Bull Bragantino, e no domingo será a definição da Copa Libertadores feminina entre o Santa Fé colombiano e o Nacional do Uruguai ou o Corinthians.

O clímax será no sábado, dia 27, com o confronto entre Palmeiras e Flamengo que decidem a Copa Libertadores.

Para esse jogo, todos os ingressos disponíveis até agora já foram vendidos, disse o diretor jurídico da Conmebol, Monserrat Jiménez, na coletiva.

"Temos uma lista de espera muito importante. Com essa notícia (de 100% da capacidade), imagino que os telefones e emails devam estar congestionados tentando fazer a compra".

Na Sul-Americana, acrescentou, até esta quarta-feira "há cerca de 15 mil pessoas que irão ao estádio Centenário".

"O movimento vai começar a subir a partir de sexta-feira, mas principalmente na quarta-feira da próxima semana com a entrada dos torcedores do Flamengo e do Palmeiras", disse Jiménez.

As autoridades indicaram que existem mais de 240 aeronaves fretadas para estes eventos, 60 delas vindas da Europa.

"Alguns dias o aeroporto de Carrasco receberá mais de 10.000 passageiros, um evento histórico para o Uruguai", disse Delgado.

Além disso, mais de 200 ônibus entrarão nos próximos dias por fronteira terrestre. O ministro do Turismo, Tabaré Viera, também presente na coletiva, confirmou que são esperados "cerca de 60.000 visitantes", 90% deles brasileiros, que podem gerar uma receita de 30 milhões de dólares ao país.

gv/gfe/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos