Governo do Rio envia resposta ao Tribunal de Contas sobre processo de licitação do Maracanã

Flamengo e Fluminense querem seguir a parceria, enquanto Vasco quer administrar o Maracanã em conjunto com a WTorre (Foto: Lazlo Dalfovo)


Governo do Rio enviou a resposta ao ofício do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que suspendeu o edital de licitação do Maracanã e solicitou esclarecimentos acerca dos concorrentes. O conteúdo do documento da Casa Civil está em sigilo absoluto. A informação foi publicada primeiramente pelo "O Globo" e confirmada pelo LANCE!.

Agora o prosseguimento do processo depende da análise do Tribunal. Quem fará o exame será o conselheiro Márcio Pacheco ou o plenário do Tribunal.

Desde o dia 26 de outubro, o edital da nova licitação do Maracanã está suspenso. Ou seja, um dia antes dos interessados apresentarem suas devidas propostas. Segundo relatório do TCE, irregularidades foram encontradas. Dentre elas, a não justificativa técnica do licitante ter que disponibilizar camarotes e vagas de estacionamento ao Governo. Outros pontos também precisam de esclarecimentos, como tempo de concessão e definição de receitas.

Os envelopes seriam abertos no dia 27 de outubro. Dentre os interessados estão Flamengo e Fluminense, que formam o Consórcio Maracanã e administram o estádio hoje em dia, o Vasco em conjunto com a WTorre e o consórcio Arena BRB/Metrópoles.